Minilua

O caso de Shanti Deva – Reencarnação?

shanti deva

Shanti Deva nasceu no ano de 1926 na cidade de Delhi, uma grande metrópole no norte da Índia. Era como qualquer outra criança, engatinhou, aprendeu a andar e a falar.

Aos 4 anos a criança começou a contar lembranças detalhadas do que seria uma suposta vida passada. Disse a seus pais que sua verdadeira cidade, Mutra, ficava a cerca de 233 quilômetros de Delhi onde vivera com seu marido.

Sua mãe chamou para uma conversa onde a menina contou que seu marido chamava Kedarnath, e morava em Mutra com seus filhos. A garota foi levada a um médico, que garantiu que ela não tinha nada e que Shanti estava inventando histórias para chamar atenção.

Mas a curiosidade do médico falou mais alto, ele resolveu fazer uma entrevista com a criança. Quando questionou o por que que ela era uma menina, ela respondeu:

” Eu morri a mais ou menos um ano antes de nascer. Meu nome era Ludgi e eu morri dando a luz a outro filho.”

Shanti deu detalhes da difícil gravidez e contou que o filho sobreviveu ao parto. A menina tinha a respostas para todas as perguntas do médico.

Seu tio resolveu investigar sobre este tal lugar que sua sobrinha tanto falava. Mandou uma carta para o endereço que a menina falou procurando por Kedarnath, que teria perdido sua esposa um ano antes, em 1925.

Para a surpresa de todos, Kedarnath existia mesmo e recebeu a carta. Assustado, ele mandou seu primo que morava em Delhi para visitar a família e ver se aquilo tudo não passava de algum tipo de golpe. Com a chegada do primo, Shanti e ele começaram a conversar, confirmando toda a história. Ficou acordado então que Kedarnath iria com seus filhos visitar Shanti em Delhi.

Após chegarem na casa da menina, Shanti cobriu o filho de Kedarnath com beijos e o chamava por apelidos carinhosos que somente Ludgi conhecia. O primo Shavi, tratou a menina como uma adulta, foi servido como Ludgi fazia quando era viva. Kedarnath chorou muito e foi consolado por seu primo e por Shanti com palavras que somente eles conheciam.

Inevitavelmente o caso foi parar nos veículos de comunicação. Cientistas e repórteres resolveram levar a menina até a cidade de Mutra para ver se realmente era verdade ou se não passava de mais uma mentira. Chegando na cidade, Shanti falou o dialeto de Mutra, que é diferente de onde ela morava (Delhi) e ainda mostrou o caminho da casa onde tinha morado com seu marido e filhos, porém Kedarnath tinha mudado junto com os filho e os novos moradores não permitiram a entrada dela na casa.

Decidiram então visitar a mãe de Ludgi. A senhora ficou espantada com a quantidade de coisas que a menina sabia, como um poço que fora fechado a muito tempo no fundo da casa e o jeito de falar idêntico ao da sua falecida filha. Para comprovarem, escavaram o fundo da casa da mãe de Ludgi e encontraram o tal poço.

Kedarnath perguntou a Shanti sobre alguns anéis que Ludgi havia escondido, a menina respondeu que tinha enterrado no quintal de sua antiga casa. Os anéis também foram encontrados.

Apesar de todas as informações, Shanti não pôde assumir o papel de mãe e nem o papel de esposa de Kedarnath. A menina então decidiu, que não podia viver entre esses dois mundos e resolveu se desapegar da antiga vida. Algum tempo depois, um repórter tentou reabrir o caso e encontrou Shanti trabalhando como funcionária pública em Delhi, porém ela disse o quão difícil foi esquecer certas lembranças e não queria revivê-las

Ficou comprovado que Shanti, nascida em 1926 em Delhi, sabia tudo da vida de Ludgi, falecida em 1925 em Mutra.

Será que realmente existem casos de reencarnação? Fica a critério de cada um acreditar ou não.

Gostou do post? Deixe sua avaliação e comente!

<-- /home/edenilson/web/minilua.com/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/caso-shanti-deva-reencarnacao/amp/index.html //-->