Casas Populares do Governo Federal em 2019: inscrições e lançamentos

Sempre que se fala na construção de casas populares se gera uma expectativa muito grande entre as pessoas que não tem moradia própria.

Muito se fala sobre conseguir este benefício, mas nem todos sabem exatamente como fazer, por isso, vamos esclarecer suas dúvidas sobre o assunto.

Casas Populares do Governo Federal em 2019: inscrições e lançamentos

Aprenda, por exemplo, como fazer a inscrição no Minha Casa Minha Vida.

Construção de casas populares no Brasil

As residências populares brasileiras possuem dimensões que são padronizadas, entre 40m² a 50m², com 2 quartos, banheiro, cozinha e sala. Utilizam alvenaria, forro com laje, pvc ou madeira, telhado e piso de cerâmica e azulejos nas parede.

No país, estas construções podem ser efetuadas pelo Governo Federal, Estadual e Municipal, sempre sendo financiado pela Caixa Econômica Federal, que se compromete em auxiliar a população mais carente na realização do seu sonho.

Nos municípios menores os imóveis são oferecidos em lotes que formam bairros novos. Ao passo que em cidades grandes, essas moradias são lançadas em agrupamentos de apartamentos.

O ideal seria construir o mesmo tanto de casas que o número de pedidos, mas como isso nunca é possível, os interessados conseguem sua vaga apenas através de sorteio de casas.

Minha Casa Minha Vida

Assim, os usuários do Bolsa Família tem o direito de fazer um financiamento através do Minha Casa Minha Vida sem o acréscimo de juros.

Este programa avaliza que famílias com vencimentos que não ultrapassem R$ 1.800 financiem o imóvel com auxílio de subsídios governamentais com parcelas totalmente proporcionais ao seu salário.

O grupo familiar com salário de até R$ 1.200 desembolsam parcelas de 10% de seus vencimentos, ou seja, salda no máximo R$ 100 mensais.

Quem ganha de R$ 1.201 a R$ 1.600 precisa destinar 15% do ordenado nas parcelas. A última faixa que vai de R$ 1.601 a R$ 1.800 efetua pagamento de 20% da sua renda integral.

Condições

A duração do financiamento do Minha Casa Minha Vida é de 30 anos e começa ao receber a moradia.

As parcelas precisam ser debitadas todo mês e não pode acontecer atraso, pois existe a possibilidade de perder a casa. As parcelas se mantem as mesmas do começo ao fim do contrato.

Como se inscrever no Minha Casa Minha Vida

Para se requisitar uma casa popular é preciso estar atento aos prazos e locais da inscrição que são preestabelecidos pela prefeitura.

Normalmente, não é liberado cadastro online.

O interessado não pode estar inscrito em nenhum outro financiamento e é de uso exclusivo da população de baixa renda.

Depois da inscrição das casas populares do Governo é necessário esperar o lançamento do projeto na cidade e o sorteio, que é feito na presença de todos os participantes.

Os vencedores ganham a chave do imóvel e os documentos já regularizados no próprio nome.

Contudo, a venda ou aluguel dessas construções só pode ser feita após o final do financiamento.

Outros programas em 2019

Alguns programas estaduais já entraram em ação em 2019, como é o caso do governador de São Paulo João Doria que prometeu 200 moradias em Capela do Alto, na região de Sorocaba.

O documento foi firmado e a construção se inicia agora em maio.

Um projeto também está em andamento em Pederneiras, na região de Bauru. Serão sorteadas 102 casas populares em um novo grupo habitacional próximo ao bairro Cidade Nova.

Todas essas informações são regionais e precisam ser consultadas nas prefeituras locais.