Casal de recém-casados ​​se afoga em lua de mel quatro dias após o casamento

Um casal recém-casado morreu após se afogar durante a lua de mel, apenas quatro dias após o casamento.

Mohammad Malik, 35, e o Dr. Noor Shah, 29, estavam de férias no Caribe no final de Outubro, quando ocorreu a tragédia.

O casal foi puxado para baixo d’água por fortes contracorrentes, disse o pai de Mohammad ao Newsday.

Casal morreu no local do acidente

Acredita-se que o par estava nadando com água na altura do peito perto de sua acomodação quando de repente foram puxados para baixo.

Eles morreram afogados em 28 de Outubro em um resort nas Ilhas Turks e Caicos perto de Como Parrot Cay.

Testemunhas tiraram Mohammad e sua esposa da água e fizeram ressuscitação cardiopulmonar neles, mas não conseguiram salvar o casal que morreu no local.

Eles haviam se casado apenas quatro dias antes em Long Island, Nova York, em 24 de outubro.

O irmão de Mohammad, Ahmad Malik, 25, disse: “Meu irmão estava profundamente apaixonado por ela. Ele sempre estava radiante quando estava com ela. Ele estava radiante no dia de seu casamento.”

Tristeza logo após dia de grande alegria

“Foi o dia mais feliz de nossas vidas apenas quatro dias antes, quando celebramos o casamento deles no The Carltun em Eisenhower Park.”

Ahmad acrescentou: “Noor e Mohammad juntos eram simplesmente magnéticos e traziam felicidade para todos ao seu redor.”

“A energia deles era contagiante e bonita e eles eram lindos e brilhantes.”

“Embora estejamos tristes por eles não estarem mais conosco, estamos felizes por eles estarem juntos e porque estiveram juntos em seus momentos finais.”

O pai do homem, o coronel R. Maqbool Malik, 70, disse que soube das mortes quando foi informado pela embaixada americana nas Bahamas.

Casal de recém-casados ​​se afoga em lua de mel quatro dias após o casamento
Foto: (reprodução/internet)

Perda devastadora

Ele descreveu o incidente como uma “perda devastadora“.

Ele acrescentou: “Este é um choque inacreditável. E é uma tragédia de diferentes dimensões quando você tem que colocar duas crianças para descansar em um funeral conjunto.”

“Eles estavam realmente apaixonados um pelo outro. O tipo de química que vimos naqueles dois seres humanos era incrivelmente fascinante. Eles se amavam.”

O casal deveria ir morar junto esta semana, de acordo com o The New York Post.

O escritório de advocacia de Mohammad, Olshan Frome, disse que o casal era “luzes brilhantes que tocaram a todos que tiveram o benefício de conhecê-los”, relatou o 7News .

Traduzido e adaptado por equipe Minilua

Fonte: Mirror