Início Curiosidades

Casal de pinguins ‘gay’ não tinha ovo próprio. Então eles roubaram um.

Um par de pingüins machos em um zoológico holandês estava tão ansioso pela prole que roubou um ovo de outro par de pingüins.

Dois pinguins-de-patas-pretas (Spheniscus demersus, também conhecidos como pinguins africanos) no zoológico DierenPark Amersfoort, na Holanda, foram encontrados recentemente incubando um ovo roubado. O ninho – segurando o ovo roubado – estava perto de um ninho que pertencia a um casal de pinguins, machos e fêmeas, disseram representantes do zoológico em comunicado.

Já estava em andamento a temporada de chocagem para a comunidade de pingüins do zoológico, e os machos provavelmente roubaram o ovo de seus vizinhos reprodutores durante “um momento de desatenção”, segundo o comunicado.

Alguns filhotes da ninhada de pinguins do zoológico já nasceram, e os cuidadores de animais estão de olho no casal masculino, que se revezam no aquecimento do ovo, segundo o DutchNews.

Mas há uma chance de os sonhos dos pais de paternidade em breve serem frustrados, pois o ovo roubado pode não ter sido fertilizado, de acordo com a DutchNews.

Antes das palhaçadas dos pinguins holandeses, outros casais de pinguins do mesmo sexo chegaram a corações em todo o mundo.

Roy e Silo, pinguins machos (Pygoscelis antarcticus) que viviam no zoológico do Central Park em Nova York, foram parceiros por seis anos; Skip e Ping, pinguins-rei (Aptenodytes patagonicus), conscientemente acoplados no Zoo Berlin; e Sphen and Magic, jovens pingüins gentoo do sexo masculino (Pygoscelis papua), encontraram amor no Sea Life Sydney Aquarium, na Austrália.

Todos os três casais do mesmo sexo adotaram ovos; Silo e Roy chocaram seu filhote em 2004, enquanto o filhote de Sphen e Magic – “Baby Sphengic” – nasceu em 19 de outubro de 2018, anunciou o aquário no Twitter. Mas os pobres Skip e Ping continuam sem filhos: apesar de sua atenção, seu ovo não fertilizado “se abriu” em 2 de setembro, informou o site de notícias alemão The Local.

Os pinguins não são os únicos pássaros que formam relacionamentos homossexuais. Mais de 130 espécies de aves são conhecidas pelo comportamento homossexual, que podem incluir rituais complexos de namoro, contato genital e até ninhos juntos por anos, informou a Live Science anteriormente.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Live Science