Carne feita no espaço é sucesso entre os astronautas

ANÚNCIO
ANÚNCIO

A carne foi cultivada com sucesso no espaço pela primeira vez na história da humanidade. Melhor ainda, nenhum animal foi ferido durante a produção deste “bife espacial” bioprimido em 3D.

Medium rare steak

Uma startup israelense de tecnologia de alimentos chamada Aleph Farm anunciou em 7 de outubro de 2019 que seu experimento a bordo da Estação Espacial Internacional produziu resultados incríveis ao produzir a primeira carne cultivada em laboratório no espaço. A carne foi cultivada a 399 km de qualquer recurso natural. Para produzir sua carne criada cientificamente, a equipe começou extraindo células de uma vaca através de uma pequena biópsia. Depois disso, os cientistas colocaram as células em um “caldo” de nutrientes que imitavam o ambiente dentro do corpo de uma vaca. As células então se multiplicaram e cresceram tecidos musculares conjuntivos, formando um bife de tamanho normal.

Esse processo envolveu a montagem de “um tecido muscular de pequena escala em uma bioprinter 3D, desenvolvido pela 3D Printing Solutions, sob condições de microgravidade”, de acordo com o comunicado de imprensa da Aleph Farms. A bioimpressão é um processo que incorpora biomateriais, como células animais, com fatores de crescimento e o material “bioink”, e depois “impresso” em uma estrutura em camadas, resultando em uma peça em um tecido muscular. Esse processo é especialmente benéfico no espaço, pois o processo de amadurecimento dos tecidos acontece muito mais rapidamente em gravidade zero.

Carne feita no espaço é sucesso entre os astronautas

Este é considerado um marco revolucionário para a humanidade, pois demonstra nossa capacidade de produzir carne sem abate em qualquer lugar, mesmo nas condições mais adversas, sem dependência de terra ou disponibilidade de recursos hídricos. Cultivar alimentos com recursos limitados pode ajudar a resolver uma potencial crise de segurança alimentar causada pelo boom da população na Terra.

Além disso, esse processo não é apenas considerado mais humano, mas também é melhor para o meio ambiente, pois produz uma pegada ambiental muito mínima. Os dez alimentos com maior impacto no meio ambiente são todos cortes de carne bovina. Para produzir dois quilos de carne, são necessários entre 10.000 e 15.000 litros de água. As vacas levam muito tempo para crescer e reproduzir, o que significa que ocuparão mais terra e consumirão muito mais recursos. Somente a carne bovina é responsável por 41% das emissões de gases de efeito estufa do gado, responsáveis ​​por 14,5% do total das emissões globais, de acordo com as Nações Unidas. Isso é ainda mais do que emissões diretas do transporte. Muitos estudos científicos recentes descobriram que enormes reduções no consumo de carne são cruciais para reduzir as emissões de gases de efeito estufa e evitar as mudanças climáticas.

Com o sucesso inovador desse experimento, a Aleph Farms pretende disponibilizar bifes cultivados na Terra através de suas “bio-fazendas” dentro de alguns anos para ajudar a criar segurança alimentar estável para o planeta, preservando os recursos naturais.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys