PROPAGANDA
PROPAGANDA

Cão é apelidado de “Hachi grego”, porque ele não deixa o local onde seu dono morreu

PROPAGANDA

PROPAGANDA

Já ouviu falar da história de Hachi, um cão Akita  que esperou seu dono falecido chegar? Ele ficava esperando na estação de trem de Tóquio em Shibuya todos os dias por nove anos até que ele também faleceu. O vínculo entre um homem e seu cachorro é poderoso.

Cão é apelidado de "Hachi grego", porque ele não deixa o local onde seu dono morreu

Mas se você é uma daquelas almas equivocadas que acreditam que os animais não podem sentir emoções, você está enganado. Então, pegue um lenço, porque você está prestes a ler a história de um cão leal que se recusou a ir embora.

Ele é conhecido como o Hachi grego. Um homem de 40 anos chamado Haris era o dono do cachorro. Infelizmente, ele colidiu com um misturador de cimento no Old Ring Road em 9 de novembro de 2017.  Este Hachi moderno não estava exatamente pronto para aceitar que seu dono tinha ido para sempre.

Cão é apelidado de "Hachi grego", porque ele não deixa o local onde seu dono morreu

Ninguém sabe como ele conseguiu, mas de alguma forma, o cão viajou 12 km de sua casa em Nafpaktos para visitar o local do acidente de Haris. E ele se recusa a deixar a área, não importa o quanto alguém tente. O cachorro está de luto a um ano e meio e ele não quer viver de outra maneira.
Embora os moradores locais tenham tentado levá-lo para longe e encontrar uma nova família amorosa, o cão sempre encontra o caminho de volta ao santuário da estrada, onde seu dono perdeu a vida tragicamente.

Os moradores locais desistiram de tentar convencer o teimoso Hachi grego a sair dali. Mas isso não significa que eles estavam prontos para desistir dele. Então, ao invés de tentar realocar o cão, eles construíram para ele um pequeno abrigo e levam comida e água enquanto ele espera que seu dono faça um retorno milagroso.

Cão é apelidado de "Hachi grego", porque ele não deixa o local onde seu dono morreu

De vez em quando,os moradores locais param e dão ao cão um pouco de carinho. Mas no final do dia, há apenas uma pessoa que ele quer ver novamente, Haris. Mas, claro, isso nunca vai acontecer e talvez ele saiba disso, mas está lutando para aceitar a perda.