Início Curiosidades

Bizarros “vulcões de gelo” entram em erupção na praia do Lago Michigan

Vulcões de gelo vomitaram grandes quantidades de água nas margens do Lago Michigan no último final de semana, e o Serviço Nacional de Meteorologia (NWS) captou o fenômeno estranho em ação.

Durante um passeio em Oval Beach, na costa leste do lago, localizada no estado de Michigan, um funcionário do NWS Grand Rapids tirou algumas fotos de água saindo de montes no solo gelado.

Apesar do apelido, vulcões de gelo não são realmente vulcões.

Os montes em forma de cone se formam nas margens dos lagos, onde finas camadas de gelo se formam e a água entra em buracos no gelo, explicou Tom Niziol, colaborador do blog Categoria 6 do Weather Underground, em uma publicação no Facebook.

A água escorre sob a camada de gelo e cria pressão suficiente para forçar jatos de água à superfície. Se o ar acima estiver frio o suficiente, a água liberada congela sobre o solo circundante, formando um mini vulcão.

“[Os vulcões de gelo] podem ser muito perigosos de escalar, no entanto, porque são ocos e construídos sobre esse buraco no gelo”, disse Niziol. “Nunca vá se aventurar neles.”

Vulcões congelados se formaram às margens do lago Erie há alguns anos, acrescentou Niziol. Embora não sejam inéditos, os vulcões de gelo continuam sendo um fenômeno relativamente raro.

“Você nunca sabe o que encontrará no lago até sair por aí”, twittou o funcionário. “Hoje foram vulcões.”

“É quase uma situação de ‘Cachinhos Dourados’, onde você precisa das condições corretas, durante um período de tempo, para desenvolver essas [formações]”, disse Matt Benz, meteorologista da AccuWeather, em uma reportagem.

Vulcões de gelo geralmente se formam perto de grandes massas de água, onde temperaturas abaixo de zero permitem que uma plataforma de gelo se forme sobre a superfície da água ao longo da costa, disse ele.

Simultaneamente, as ondas abaixo da prateleira devem ser poderosas o suficiente para quebrar o gelo e empurrar a água para fora.

Por esse motivo, vulcões de gelo tendem a se formar ao longo das linhas costeiras, onde os ventos agitam as ondas de forma consistente, disse Benz.

Em 16 de fevereiro, quando os vulcões de Oval Beach foram vistos, o vento estava quase no oeste, o que seria “ideal para empurrar as ondas para a costa neste local”, acrescentou Benz.

Devido ao seu tamanho enorme, é provável que os Grandes Lagos formem vulcões de gelo ao longo de suas margens do que lagos menores cuja água congela completamente no inverno, antes que muito gelo possa se acumular nas praias, disse ele.

Portanto, se você quiser ver um vulcão de gelo pessoalmente, os Grandes Lagos podem ser sua melhor aposta – mas tenha cuidado com o que você pisa!

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Live Science