As piores formas de morte, segundo a ciência

Quase ninguém gosta de pensar sobre isso, mas é uma realidade que algum dia todos nós iremos morrer. Seja por causas naturais ou não, nossa passagem por essa vida é muito curta e gastar tempo pensando nessas coisas pode ser desvantajoso já que eventualmente essa hora vai chegar.

Embora seja um pouco irrelevante para nós, os cientistas pesquisaram e apontaram as formas mais terríveis de morrer, seja pela dor ou pela angustia gerada.
Confira!




Escafismo

Escafismo, também conhecido como suplício dos botes, foi um método de execução praticado na Pérsia antiga.

A pessoa era deitada, nua, em um bote e coberta por outra embarcação ajustável a esta, ficando de fora sua cabeça, mãos e pés. Era então forçada a ingerir leite e mel a ponto de desenvolver diarreia, enquanto mais mel era jogado em seu corpo para atrair insetos aos membros expostos. O condenado era então deixado flutuando em águas paradas ou exposto ao sol. Os vermes que surgiam em seus excrementos, junto às formigas e moscas atraídas pelo mel, iam-lhe então devorando aos poucos a carne exposta e progressivamente gangrenosa.

A ingestão de mel e leite era repetida diariamente para prolongar a tortura e evitar a morte por desidratação ou fome. A morte, quando por fim ocorria, era provavelmente consequência de uma combinação de desidratação, fome e choque séptico.




Crucificação

A crucificação provoca uma morte bem lenta. Muitos diziam que, além de a pessoa ser pregada em uma madeira no formato de uma cruz, era espetada diversas vezes por uma espécie de lança ou algo cortante.

Falavam também que antes de ser pregada, costumavam quebrar pernas, corta alguns dedos, arrancar alguns dentes etc. Para que pessoa pudesse sofrer mais, os executores alimentavam e davam água ao condenado. É uma das formas de morrer que uma pessoa jamais sonha.




Desidratação

A desidratação acontece quando o corpo perde ou usa mais líquido do que ingerido. Ao perder muita água, o organismo fica desequilibrado. O corpo e formado por 70% de água, o que mostra a importância desse líquido. A desidratação pode levar até a morte.




Injeção letal

Nos últimos 50 anos, desde que a pena de morte foi estabelecida em 1988, os Estados Unidos já executaram quase 1,6 mil criminosos que cometeram crimes bárbaros. Pelo menos 15 execuções estão programadas para 2017.

Um dos meios usados é a injeção letal. Porém, ela pode não dar certo, principalmente por falha das substâncias usadas. Uma série de estudos sugere que o erro causa anestesia, com o preso podendo estar consciente, sofrendo com o coração e os pulmões parando de funcionar, mas não tem como reagir




Morrer queimado

Antes de chegarmos ao quê da questão, é importante definir o que a forma de morrer significa.

Quando uma pessoa morre, um médico ou legista preenche um atestado de óbito. Assim, dependendo da concentração de fumaça inalada, pode causar muita dor de cabeça, tonturas etc.

Logo em seguida, a vítima perde a consciência em poucos minutos. Além disso, as estimativas apontam que 60% das vítimas fatais de fogos perdem os sentidos antes que consigam desperta. Com certeza, esse é um péssimo jeito de morrer.




Eletrocutado

Uma violenta corrente elétrica atravessa todo o corpo do condenado, acabando com os órgãos vitais, como coração, pulmões, cérebro etc. Esse é um dos meios mais eficazes e “civilizados” que os Estados Unidos encontraram para punir os condenados.

A cadeira elétrica foi usada para substituir métodos de execução considerados pouco civilizado, como o enforcamento, em que a pessoa ficava agonizando por muito tempo antes de morrer.




Morrer por falta de água

A morte por sede é muito cruel e sofrida, É diferente da desidratação porque todo o corpo vai secando progressivamente. A pessoa pode apresentar os seguintes sintomas: sede, reduzida de saída de urina, urina escura e concentrada, pele seca e repuxada, pés e mão ressecados, secura nos olhos, boca e língua, dores de cabeça, tonturas, confusão e irritabilidade.

Receba mais em seu e-mail
Topo
<-- /home/edenilson/web/minilua.com/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/as-piores-formas-de-morte-segundo-a-ciencia/index.html //-->