Minilua

As frutas mais estranhas e exóticas do mundo

Qual foi a fruta mais estranha que você já comeu? Talvez seja uma abóbora (sim ela é um fruto)? Talvez seja uma Physalis? Existem milhares de tipos de frutas exóticas por ai que fogem um pouco do que estamos acostumados a comer e enxergar no dia a dia.

Bem, primeiro de tudo, você precisa saber disso. Muitas das coisas que você consideraria ser um vegetal é tecnicamente um fruto. Por que tecnicamente? Porque “vegetal” não é uma palavra científica. Ela não tem uma definição precisa. É uma palavra culinária que descreve mais ou menos um alimento saboroso proveniente de uma planta. Esta pode ser uma raiz (como uma cenoura) ou a própria planta (como um repolho). Um cientista provavelmente classificou esses alimentos em frutas, raízes, folhas, etc. Agora que sabemos disso, vamos nos concentrar nas frutas.

Supondo que você more do outro lado do mundo, as frutas que você está prestes a conhecer podem ser frutos normais que você come todos os dias. Enquanto do lado de cá frutas como as bananas, as maçãs, os mirtilos, entre outros estão sempre presentes na nossa rotina, muitos outros países quase não conhecem eles.

Para eles, maçãs e mirtilos são extremamente exóticos. O ponto, no entanto, é que esse exotismo é relativo. Ficou curioso? Então conheça agora as frutas mais estranhas que você já viu!
Confira:

Rambutão

Nativa da Indonésia, esta é uma das frutas mais conhecidas do sudeste da Ásia. (Mas se você vive no oeste, você provavelmente nunca viu este fruto).

Akee

Nativo da África Ocidental, este fruto foi transportado para a Jamaica, através do comércio de escravos e hoje é um componente importante na cozinha caribenha.

Jaca

Às vezes, apenas conhecido como “Jack”, este é considerado o maior fruto de árvore do mundo. Algumas podem pesar até 40 kg.

A mão de Buddha

Algumas pessoas podem achar estranho o formato dessa fruta, porém ela é comum na Ásia e também é geralmente usada para perfumes, medicina e para fazer vários tipos de rituais.

Lichia

Originária da China, os registros indicam que esta fruta tem sido cultivada há mais de 2.000 anos.

Buriti

Usada para fazer óleo, geléia, sorvete, e até mesmo vinho, esta fruta sul-americana é conhecida por sua natureza polivalente.

Combava

A combava é originária do Sudeste asiático e é cultivada na Tailândia, no Vietnam, no Laos e no Camboja. É também comum na Indonésia, Malásia, e nas ilhas de Madagascar.

Cherimóia

Nativa da América do Sul, é hoje cultivada em todo o mundo, principalmente na Argentina, Austrália, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador,Espanha, Estados Unidos, Israel, Peru, África do Sul e Taiwan. Em Portugal é cultivada sobretudo na ilha da Madeira, cuja produção além de ser destinada ao consumo interno, é ainda exportada para vários países europeus, em especial a França.

Romanesco

O Romanesco é originário da Itália, mais precisamente de Roma. Há registros de sua utilização desde o século XVI, mas somente nas últimas décadas veio a ser disponível e conhecido em outros países.

Sua forma geométrica é muito decorativa, e sua consistência é ainda mais tenra que a da couve-flor, devendo portanto ser apenas levemente cozida, e podendo também ser utilizada cru em saladas.

Pandanus

A principal fonte de nutrição na Micronésia, esta fruta possui muitas utilidades e pode até mesmo ser usada como fio dental!

Mangostão

Valorizado pela sua textura delicada e por ser suculenta, esta fruta tem sido cultivada no sudeste da Ásia há milhares de anos.

 

Akebia Quinata

Embora seja considerada invasora em vários estados dos EUA, o akebia é popular no Japão. Algumas pessoas mais velhas provavelmente devem lembrar de como era colher elas nas colinas quando crianças.

 

Salak

Encontrado em Java e Sumatra, esta fruta é também chamada de fruta da serpente devido a sua camada externa escamosa.