O arquivo negro: O Brasil de Saddam Hussein #6

Você conhece a verdadeira história do Brasil? Você sabe quem são os reais ídolos dessa pátria? Ou você apenas sabe do que eles querem que saiba? Talvez a história que leia nos livros da escola e as reportagens que passam na sua TV não mostrem todas as verdades.




O Brasil de Saddam Hussein

saddam_hussein01

No início dos anos 70, o Brasil não ia muito bem, assim como o Iraque comandado por Hussein, que estava se virando para o lado da União Soviética, e no meio disso tudo surgiu uma parceria inesperada e bastante estranha.

Para conseguir petróleo mais barato e facilmente, o Brasil assinou alguns contratos com Saddam, que acabou se tornando um íntimo amigo do país. A coisa era tão forte que os Presidentes mandavam cartas com elogio ao ditador e até mesmo presentes, como armas feitas aqui.

saddamMS2909_468x328

Só que o Brasil teve que pagar muito caro por essa amizade. Afinal nesse mundo ninguém ajuda ninguém por nada. Por isso, além da aliança comercial que movimentou mais de 30 bilhões, também existia uma parceria militar, que poderia ter levado o Brasil a ser cúmplice na criação de uma arma de destruição em massa para o Iraque.

Nuclear_1024x768Em 1981, a parceria militar inicial, que deveria ter sido apenas no campo aeroespacial e no trabalho com mísseis, acabou indo para outro caminho. Pois o Brasil, em são consciência, enviou para Bagdá algumas remessas de urânio, sabendo que o único fim para tal material só poderia ser uma bomba atômica. Afinal porque um dos países com a maior reserva de petróleo do mundo iria usar energia nuclear? Para piorar tudo, isso foi feito por baixos dos panos e as agências internacionais que controlam tais coisas jamais souberam quanto urânio foi para lá (estimasse que foram toneladas) e qual seria seu fim real.

A coisa foi tão feia, que o Brasil chegou a ajudar diretamente no desenvolvimento de uma bomba atômica para Saddam. Somente em 1990, quando o país aderiu às políticas antinucleares da ONU, que um campo de teste na Serra do Cachimbo, no Pará, foi fechado. Lá diversos testes nucleares ocorreram e acredita-se que todos foram patrocinados por Saddam Hussein, que desejava fazer sua bomba e em troca ele daria ao Brasil o necessário de fazer uma para si. Sabe-se lá para que o país poderia usa-la.

brazil_nuclear

Por sorte o Brasil não fez a bomba e desistiu da parceria nos anos 90, nos livrando de maiores problemas. Imagina se uma bomba feita com nossa ajuda acabasse sendo jogado em outro país ou mesmo nos EUA? Certamente a coisa teria ficado bem feia para o nosso lado.

Essa é mais uma parte “esquecida” da recente e sombria história do Brasil.

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

Receba mais em seu e-mail
Topo