Descubra como baixar o app do Cadastro Único e receber benefícios sociais

Atualmente, os benefícios do governo são pagos pela Caixa. No entanto, com algumas novas medidas muitas dúvidas têm surgido. No entanto, uma boa ideia é baixar o app do Cadastro Único para saber sobre a sua inscrição no programa e sobre as datas de pagamento.

Nos próximos tópicos vamos trazer mais informações sobre tudo isso: o app do Cadastro Único, como consultar os benefícios, como baixar o aplicativo, como receber os benefícios e sobre os pagamentos também.

Além disso, considere que atualmente o governo liberou uma assistência emergencial para algumas famílias do CadÚnico no valor de R$ 600. O valor será pago por 3 meses seguidos. Assim, a consulta no app é inteligente porque é gratuita e você pode fazer sem sair de casa.

O Meu CadÚnico

O Meu CadÚnico é o aplicativo gratuito que o Governo do Brasil criou para todos os inscritos no Cadastro Único. Logo, o app do Cadastro Único permite uma série de serviços e ferramentas grátis que facilitam a vida do beneficiário.

Por exemplo, com esse programa instalado no celular dá para emitir um comprovante de cadastramento no programa. Então, acaba sendo uma forma de certificar-se que você está ativo no CadÚnico.

ANÚNCIO

Além disso, também dá para consultar quais são os integrantes da família, conhecer o NIS (Número de Integração Social) de cada um, saber se há pendências no processo de cadastramento e até mesmo localizar um posto de atendimento.

Uma última vantagem é que pelo app você fica sabendo quais são os programas sociais do Ministério do Desenvolvimento Social que você poderá participar, como o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida, entre outros.

Consulta dos novos benefícios

Devido ao coronavírus, o governo anunciou alguns novos benefícios. Por exemplo, o auxílio emergencial, que é para o trabalhador informal, pessoas com deficiência, idosos e mães chefes de família que estão cadastradas no CadÚnico.

Assim sendo, o benefício é de R$ 600 e será pago em 3 meses consecutivos. Logo, após cumprir os requisitos obrigatórios, a pessoa poderá consultar também esse benefício pelo app do Cadastro Único, sendo que lá vão estar as informações financeiras e as datas.

Mas, saiba que para receber esse novo benefício é preciso ter mais de 18 anos, não ter emprego formal, não estar recebendo outros benefícios (exceto o Bolsa Família) e ter uma renda familiar máxima de R$ 3.135.

Se você quer saber tudo sobre esse novo benefício, a gente fez uma matéria recentemente, e você pode acessar gratuitamente em: Saiba como receber o novo auxílio emergencial do governo.

Como baixar o app do Cadastro Único

Agora que você já conhece os benefícios desse app grátis, o próximo passo é saber o que fazer para tê-lo no seu celular, não é mesmo? Considere que isso não é tão complicado como parece, já que segue uma ordem que é a mesma para baixar qualquer programa no celular.

Por exemplo, quem tem um celular com o sistema operacional Android deverá ir no Google Play Store e quem tem um iPhone precisará ir no App Store. Essas são as plataformas que vão permitir o download do programa.

Lá você deve confirmar se o aplicativo “Meu CadÚnico” foi desenvolvido pelo Governo do Brasil. Geralmente, ele fica na categoria de ferramentas. Então, é só fazer o download. Lembrando que o programa já foi baixado mais de 1 milhão de vezes.

E o governo diz que sempre faz atualizações buscando melhorias. Por isso, em caso de novas ideias ou sugestões, você pode enviar um e-mail para mobile@mds.gov.br.

Assim sendo, após a instalação feita você poderá pesquisar sobre a família cadastrada. Para isso, é preciso inserir dados como o nome completo do responsável, a data de nascimento, o nome da mãe, o estado, a cidade.

app do Cadastro Único

Como receber os benefícios sociais

Atualmente, a maioria dos benefícios sociais, como o Bolsa Família, é pago pela Caixa Econômica Federal. Sendo assim, os beneficiários podem usar o Cartão do Cidadão para sacar em lotéricas ou correspondentes da Caixa.

Além disso, também podem ir direto nas agências da Caixa com o documento pessoal para fazer o saque do benefício. Mas, quando se fala em novos beneficiários, como esse chamado de “coronavoucher”, que será pago pelo governo em breve, surgem muitas dúvidas.

No entanto, o governo já informou que esse benefício novo também vai ser pago pela Caixa, mas além dela outros bancos públicos federais poderão atuar no pagamento aos beneficiários, como o Banco do Nordeste e o Banco do Brasil, entre outros.

Mas, no caso do coronavocher é preciso se atentar porque uma nova conta digital será criada para cada brasileiro que tiver direito ao benefício social de R$ 600 mensais. Saiba mais sobre isso abaixo.

Os pagamentos

O auxílio emergencial (que é o nome verdadeiro do coronavocher) vai ser pago em uma conta digital aberta para cada brasileiro. Assim sendo, ele dispensa a apresentação de documentos para a criação e não terá tarifas de manutenção.

Logo, a pessoa poderá fazer ao menos uma transferência eletrônica do dinheiro por mês sem custo nenhum e para qualquer outra conta – inclusive, de outro banco.

Se você já recebe algum benefício do governo (como o PIS, PASEP) ou se tem alguma conta corrente ou poupança na Caixa, saiba que poderá usar a mesma conta para receber o auxílio emergencial.

ANÚNCIO