Confira essas 7 maneiras de apoiar os produtores locais

ANÚNCIO

Com a crise do Coronavírus, todos nós vimos muitos lugares fechar as portas, literalmente. Por isso, criou-se uma campanha muito forte com o objetivo de apoiar os produtores locais. Até o Instagram criou o selo de “Apoie as Pequenas Empresas”.

Desse modo, a gente foi atrás das formas que existem para quem quer apoiar tais produtores de verdade, dando a eles condições de continuarem com as portas abertas e resistirem aos momentos mais turbulentos da economia, como essa crise que ainda estamos vivendo.

ANÚNCIO

Até mesmo porque parece não haver dúvidas de que valorizar os produtores locais é importante ajudar todo o desenvolvimento regional do seu bairro, da sua cidade, do seu estado e do seu país.

O comércio local

Antes de a gente chegar até essas 7 maneiras que existem para quem quiser dar esse apoio importante aos produtores locais, vamos considerar qual é a importância do comércio local. Porque há coisas aqui que você nem sabia, pode apostar.

Por exemplo, sabia que toda empresa é importante para a sua região porque pode gerar emprego, infraestrutura, educação e até mesmo investimentos na saúde? Isso é verdade porque ela pode ajudar a região toda a evoluir no ritmo dos negócios.

ANÚNCIO

E se você fizer uma análise ainda mais profunda vai ver que tanto comércio, como a indústria, são agentes decisivos para o desenvolvimento de uma comunidade. Além dos pontos destacados, elas ainda contribuem para a riqueza cultural do lugar.

Assim, uma das maneiras de você contribuir com tudo isso, mesmo que não trabalhe nessa empresa, é justamente apoiar os produtores locais. Como? Dá para pensar em parcerias, por exemplo. Além, claro, das compras locais para valorizar os produtos e serviços da região.

A produção regional

Agora, deixando um pouco de lado a questão comercial ou industrial, vamos falar dos produtos que são gerados ali, naquele lugar. Sabia que isso é uma prática de sustentabilidade? É verdade e isso se explica por vários motivos também.

Por exemplo, quando um produto é criado naquela região, ele impulsiona o crescimento da comunidade. E isso vai além da questão cultural e adentra nos aspectos financeiros e econômicos também.

Ah, detalhe importante: essa compra pode ser boa para o consumidor. Já que a negociação próxima com o produtor local é mais interessante porque permite diminuir os custos com a logística – e isso barateia o preço final.

Agora, se a gente pensar em uma parceria que pode ser feita entre esse produtor e uma grande marca, aí a conversa muda de tom. Ainda assim, os benefícios continuam sendo importantes. Já que permite a comercialização de produtos e identidade com a região.

O novo consumidor

Ainda antes de chegarmos a lista de dicas para apoiar os produtores locais, saiba que o perfil do novo consumidor também é favorável para esse tipo de comércio local. Afinal, as pessoas estão se identificando mais com esses produtores locais.

Isso traz vantagens como a da rastreabilidade do produto. Ou ainda podemos falar da ligação da marca com os preços mais em conta, já que a venda pode ser direta para o consumidor – assim, não há o lucro de terceiros.

Por fim, para quem quer vender para grandes marcas também, saiba que o Sebrae tem tido papel importante porque ensina como conseguir selos e certificações que o mercado e as agências de vigilância exigem. Isso torna o produto competitivo.

Então, se você conhece alguém que tenha um produto que atenda a todos os critérios de qualidade, saiba que há um bom motivo para comprar deles. Uns motivos não, aliás, existem vários motivos. Por outro lado, se você não sabe como fazer isso, descubra abaixo.

Como apoiar os produtores locais

Finalmente chegamos ao ponto ápice dessa matéria, que é para falar sobre as formas que existem para apoiar os produtores locais. Esse assunto é muito importante porque tem gente que quer ajudar e não sabe como fazer isso. Então, vamos lá.

Lembrando que aqui temos dicas que ajudam a garantir parcerias duradouras e impulsionar o desenvolvimento da sua região, focando tanto em pequenos produtores locais, como nos novos consumidores e em todo mercado, ok?

  1. Mantenha-se informado sobre esses produtos oferecidos na sua região. Depois, busque formas de comprar desse produtor e não de um que está distante.
  2. Reconheça as iniciativas que apostam em qualidade e inovação. Afinal, não é por ser um produto local, que você deverá se desfazer dessa opção.
  3. Para quem é dono de mercearia, supermercado ou padaria, considere pensar em criar uma única prateleira, que seja exclusiva, para os produtos locais.
  4. Mesmo que você não esteja em uma cidade turística, pense em destacar os produtos da região e incentive os visitantes (de palestras ou eventos) a conhecerem também.
  5. Se você é empreendedor, forme parcerias com os produtores da região. E lembre-se que isso é benéfico para eles e para você, que consegue preços mais atrativos.
  6. Divulgue a sua cidade na internet. Ainda mais se vocês possuem um produto ou serviço que é de qualidade. O Facebook e o Instagram são portas de entrada.
  7. Invista em cronogramas que possam ajudar os produtores a terem um fluxo de caixa. Isto é, algo mais recorrente, que aconteça todos os dias ou semanas ou meses.

Programas de cashback

A gente não citou esse tópico entre os 7 acima porque ele merece uma atenção especial. Se você não é o produtor, mas quer ajuda-lo, comece a pensar em ensiná-lo sobre como usar o programa de cashback a seu favor.

apoiar os produtores locais

Ah, não sabe o que é isso? É como se fosse um cartão fidelidade muito mais moderno. Ele é vantajoso para os consumidores e um grande atrativo para o produtor. Nessa matéria, a gente explica exatamente como funcionam esses aplicativos gratuitos.

ANÚNCIO