Minilua

Invertebrados que não deveriam ser gigantes

O tamanho de algum inseto ou algum tipo de invertebrado conta muito na hora de se dizer ter medo ou não. E algumas pessoas tem verdadeiro pavor desses animaizinhos tão queridos pela ciência. Então, aqui vão alguns deles para testar seu medo de forma gigantesca.

Isopodes

Este é um tipo de isópode considerado gigante que vive no oceano a profundidades de 200 a dois mil metros e tem como função natural limpar o fundo do mar. É parece com o famoso “tatuzinho de jardim”. Esse animal pode alcançar 60 centímetros de comprimento. OS isópodes tem um numero de espécies considerável ao redor do mundo e todas são parecidos entre si. Os gigantes estão presentes no nosso planeta há 160 milhões de anos e quase sem nenhuma alteração morfológica no processo evolutivo.

Caranguejo Aranha Japonês

O Macrocheira kaempferi tem as mais longas pernas que qualquer outro artrópode. O caranguejo aranha japonês é onívoro, e vai comer tudo o está dentro do alcance de seus braços longos, com garras. Há um debate a respeito de suas pernas e alguns cientistas palpitam que eles possam correr mais rápido do que qualquer possível predador que tente comê-lo.

Água Viva Juba de Leão

A Cyanea capillata, é por vezes referida como o mais longo invertebrado do mundo, com o maior espécime de 37 metros. Seus longos tentáculos capturam pequenas criaturas flutuantes livres, mas são também o lar de camarões pequenos que os usam como proteção. Os tentáculos causam dor leve aos seres humanos e a dor pode ser diminuída pelo tratamento do local com vinagre. Quanto maior a água-viva mais escura é; os maiores exemplares encontrados possuíam uma forte coloração vermelho-sangue.

Eu até gostaria de dizer que ela é apenas uma meleca gigante e que tem um coração enorme e ama a todos, mas eu estaria mentindo. A queimadura da Água-viva-juba-de-leão causa dor extrema e grandes chances de uma parada respiratória.

Grilo Gigante

Os Deinacrida heteracantha, da Ilha Barreira Pequena, na Nova Zelândia são os maiores insetos do mundo. Deinacrida significa “terrível gafanhoto”. O maior exemplar pesa 71g, e alguns podem ter mais que oito centímetros de comprimento. Este é um exemplo de como o gigantismo se adapta para preencher nichos biológicos ocupados por mamíferos terrestres em qualquer outro lugar no mundo.  Eles se alimentam principalmente de vegetação, mas suas mandíbulas poderosas podem dar uma mordida dolorosa.

ARANHA DO MAR GIGANTE

Apesar do nome e da aparência, esses bichos não são aranhas de verdade. O corpo do animal dessa espécie é tão pequeno que muito de seus órgão ficam alojados em suas pernas. Essas, por sua vez, podem chegar até a 5,8 metros de comprimento! A aranha gigante do mar se alimenta principalmente de cnidários (principalmente águas-vivas e anêmonas) sugando seu interior macio com uma tromba.

ARANHA-GOLIAS

Também chamada de comedora-de-pássaros, a aranha golias é a mais pesada dos aracnídeos, com suas 180 gramas. O comprimento de suas pernas são, em média, de 30 centímetros nos bichos adultos. Apesar de sua dieta ser principalmente baseada em insetos, pelo tamanho de seu corpo, às vezes ela sente necessidade de capturar pequenas aves ou mamíferos.

Suas presas são ameaçadores e seu veneno é nocivo ao ser humano, podendo causar dores, mas sem ser fatal. Ela também pode fazer um chiado estranho quando ameaçada, além de expelir os pelinhos das pernas, que irritam os olhos de seus inimigos.

CENTOPEIA GIGANTE

A Scolopendra gigantea pode ser encontrada no norte da América do Sul e em várias ilhas. Elas podem atingir até 30 centímetros. São predadoras de insetos, aranhas, lagartos, sapos, pássaros, ratos e morcegos. A centopeia se move rapidamente e não possui medo dos humanos. A mordida da gigante é intensamente dolorosa, mas raramente causa mortes. Seus ferrões pretos contém um veneno poderoso. Ela caça animais tão feios quanto ela, como morcegos e tarântulas.

Caranguejo-dos-coqueiros

Ele tem garras suficientemente fortes para abrir um côco. E sua cabeça – SHAUSHUA –. Esse caranguejo tem a fama de ladrão por roubar qualquer item ao seu alcance que brilhe. Eu sinceramente não iria reagir ao roubo. Eles escalam coqueiros imensos e não hesitam em vasculhar sua casa ou sua lixeira, se assim quiserem. Mas ainda bem que vivem só em áreas que vão do Oceâno Índico ao Pacífico.

Se você não cutucar muito, ele não morde. Sua dieta é basicamente frutas, castanhas e sementes. Ele é considerado um afrodisíaco. Mas também, se você comer um bicho feio desse e não se sentir macho…

Em Tokyo, o Caranguejo hermitão (como também é chamado) é vendido como animal de estimação, por incrível que pareça. As grades de sua gaiola devem ser bem reforçadas para que ele não as quebre.

Vespa Gigante Asiática

Também conhecida como vespa mandarina – satanás, isso sim -, esse é considerado o bicho mais mortífero do Japão. Isso porque sua picada, além de muito dolorida, pode levar uma pessoa à morte, mesmo no caso de não alérgicos. Em média, elas chegam a 5,5 centímetros de comprimento.

Ah, vai dizer agora que ainda não tem medo dessas aberrações? SAHUSHUASHAU

Curtiu? Comenta aí!

Fonte: Jornal Ciência

<-- /home/edenilson/web/minilua.com/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/animais-que-nao-deveriam-ser-gigantes/amp/index.html //-->