Minilua

Os animais mais bizarros do mundo #6

Todos sabem que pelo mundo existem diversas espécies de animais, insetos e muitos outros seres vivos, sendo que só de animais – que é a que menos tem espécies – temos mais de um milhão e trezentas espécies diferentes, portanto, é muito fácil a gente não conhecer nem sequer uma pequena parte delas. Sendo assim, que tal conhecermos mais algumas delas? Mas já vou avisando, algumas são tão estranhas que nem parecem ser deste mundo:

Aptocyclus ventricosus

Aptocyclus ventricosus é um peixe estranho, pois além dessa aparência cinza escura, que mais parece uma pedra do que um animal, ele é um peixe que tem dificuldades em nadar. Isso mesmo, em vez de nadar pelos oceanos gelados perto da Antártida, onde ele vive, esse peixe fica flutuando pela água com a boca aberta e come qualquer outra coisa que seja idiota o bastante para cair dentro de sua boca.

Phoenix onagadori

A onagadori é uma galinha ornamental, que sempre esteve diretamente ligada a nobreza japonesa. Ela é reconhecida mundialmente por sua cauda incrivelmente longa, que pode ter até doze metros de comprimento.

A galinha tem penas que variam bastante de cor, podendo ser branca, preta ou mesmo vermelha. A cauda do macho nunca para de crescer, enquanto a fêmea para de ver suas penas esticarem depois de chegarem perto dos seis metros. Apesar de beleza da cauda, esses animais são extremamente complicados de serem criados, por isso não são consumidos. Para que a cauda cresça bastante, esses bichos são presos em pequenas gaiolas altas, assim impedindo que a cauda acaba se despedaçando.

Malawi Blue Dolphin

O pacu é conhecido por ter dentes humanos, mas o Malawi Blue Dolphin possui lábios de gente. Esse peixe é encontrado apenas em um lago africano, chamado Malawi. Chegando até 20 centímetros de comprimento, o animal tem a cor azulada, mas também pode ser esverdeado. A única coisa que não muda nessa espécie é a beiçola.

Clione limacina

Clione limacina é uma espécie que vive nas profundezas do Oceano Ártico, a mais de 500 metros de profundidade. Sua característica que mais chama a atenção é o corpo parcialmente transparente e suas nadadeiras que lembram asas.

Esse ser estranho vive até dois anos e é uma espécie de lesma aquática, apesar de parecer uma água-viva: