Amizade de uma policial com veterinário desabrigado é um exemplo da verdadeira compaixão

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Hoje em dia, as pessoas tendem a congelar quando vêem um policial se aproximando ou quando ouvem uma sirene à distância, mesmo que não tenham feito nada errado. Mas muitas vezes esquecemos que há muitos policiais por aí que juraram servir e proteger, e a oficial Dena Walker Pauly, do Departamento de Polícia de Lawrenceville, na Geórgia, é uma dessas.

Mas enquanto seu papel exigia que ela nunca colocasse ninguém acima de ninguém, ela formou um vínculo com um homem idoso e mostrou-lhe o tipo de compaixão que vai tocar o coração de todos. Dois anos atrás, a oficial Dena Walker Pauly telefonou para uma loja de penhores que era administrada por Bob. Ela conheceu o homem idoso que tinha uma aura de solidão em torno dele. Ela decidiu fazer algo que a transformasse em uma das pessoas mais preciosas de sua vida. Mas primeiro, ela teve que ouvir sua história.

Amizade de uma policial com veterinário desabrigado é um exemplo da verdadeira compaixão Dena soube que a vida de Bob não tinha sido muito um piquenique e que era assim desde que ele era criança. Ele estava sozinho desde a infância e não tinha amigos ou família. Ele também estave desabrigado a maior parte de sua vida. Para piorar as coisas, ele sofrera um derrame que tornava extremamente difícil e quase impossível falar. Embora Dena tivesse uma família própria e um emprego como policial, ela decidiu adotar Bob em sua vida.

A colega policial Shannon Volkodav ficou tão emocionada que documentou a história de Dena e Bob no Facebook para que as pessoas pudessem entender o que realmente era ser um policial. Dena ensinou a Bob o básico de cuidados pessoais, que é algo que a maioria das pessoas aprende quando é jovem. Então ela checou com ele em uma base regular para se certificar de que ele estava bem. Ela também lhe trouxe suprimentos como comida e até limpou seu apartamento.

Mas às vezes ela iria apenas para manter o pobre homem solitário com alguma companhia. Então Bob ficou muito doente, e Dena temia o pior por seu amigo, então ela se tornou sua procuradora. Isso permitiu que ela tomasse decisões médicas por ele. Foi uma decisão difícil, mas Dena não reclamou. Infelizmente, Bob piorou, e ela decidiu colocá-lo no hospital. Mas ela ficou ao seu lado a cada passo do caminho.

Amizade de uma policial com veterinário desabrigado é um exemplo da verdadeira compaixão

Então ela disse aquelas três palavras que são ditas em demasia, mas não com frequência suficiente para o pobre homem. “Ela segurou a mão dele e disse muitas vezes que o amava, escreveu Shannon. Enquanto isso, Dena ficou esperando que a natureza tomasse seu curso inevitável. Mas esse momento especial e doloroso não seria esquecido. Shannon tirou uma foto dos momentos finais de Dena e Bob juntos antes de ele morrer.

“Eu nunca estive mais orgulhosa de qualquer amigo do que dela hoje, de Dena Walker Pauly. É difícil para ela dizer adeus a Bob. Eu disse a ela que ele mudou sua vida para sempre porque eu sei que é verdade”, disse ela. Ela então compartilhou esta história comovente com uma casa funerária nas  roximidades e eles se ofereceram para fazer os serviços sem nenhum custo.
Dena também levou os restos de Bob para casa, para que ele pudesse ficar com ela para sempre. Embora tenha sido difícil dizer adeus, ambas as mulheres estão esperançosas de que ele encontrou paz e felicidade depois de atravessar tantas tempestades.Amizade de uma policial com veterinário desabrigado é um exemplo da verdadeira compaixão

Shannon publicou essa história com um lembrete do que a foto representa, o que as duas policiais são. “Esta foto mostra a verdadeira natureza dos policiais”, escreveu Shannon. O fato de Bob ter passado toda a sua vida sozinho é uma tragédia. Mas pelo menos ele tinha um anjo da guarda chamado Dena que mostrou a ele e a nós que é um agente da lei oficial, nem sempre é sobre escrever multas por excesso de velocidade ou pegar bandidos.