Amaranto: um grão antigo com benefícios impressionantes para a saúde

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Embora o amaranto tenha ganhado popularidade recentemente apenas como alimento natural, esse grão antigo tem sido um alimento básico em certas partes do mundo há milênios. Tem um perfil nutritivo impressionante e foi associado a vários benefícios impressionantes à saúde.

O amaranto é um grupo de mais de 60 espécies diferentes de grãos que são cultivadas há cerca de 8.000 anos. Esses grãos já foram considerados um alimento básico nas civilizações incas, maias e astecas. O amaranto é classificado como pseudocereal, o que significa que não é tecnicamente um cereal, como trigo ou aveia, mas compartilha um conjunto comparável de nutrientes e é usado de maneiras semelhantes.

Amaranto: um grão antigo com benefícios impressionantes para a saúde

Além de incrivelmente versátil, este grão nutritivo é naturalmente sem glúten e rico em proteínas, fibras, micronutrientes e antioxidantes. Este grão antigo é rico em fibras e proteínas, além de muitos micronutrientes importantes. Em particular, o amaranto é uma boa fonte de manganês, magnésio, fósforo e ferro.

O amaranto possui principalmente manganês, excedendo suas necessidades diárias de nutrientes em apenas uma porção. O manganês é especialmente importante para a função cerebral e acredita-se proteger contra certas condições neurológicas. Também é rico em magnésio, um nutriente essencial envolvido em quase 300 reações no corpo, incluindo síntese de DNA e contração muscular.

Amaranto: um grão antigo com benefícios impressionantes para a saúde

Antioxidantes são compostos naturais que ajudam a proteger contra os radicais livres nocivos no organismo. Os radicais livres podem causar danos às células e contribuir para o desenvolvimento de doenças crônicas. O amaranto é uma boa fonte de antioxidantes promotores de saúde.

Clique em “Próximo” para ler o restante do conteúdo da postagem.[/nextpage title="Próximo"]

O teor de antioxidantes é mais alto no amaranto cru, e estudos descobriram que a imersão e o processamento podem diminuir sua atividade antioxidante. A inflamação é uma resposta imune normal projetada para proteger o corpo contra lesões e infecções. No entanto, a inflamação crônica pode contribuir para doenças crônicas e tem sido associada a condições como câncer, diabetes e distúrbios autoimunes.

Vários estudos descobriram que o amaranto pode ter um efeito anti-inflamatório no organismo. No entanto, são necessárias mais pesquisas para medir os potenciais efeitos anti-inflamatórios do amaranto em humanos. O amaranto é rico em proteínas e fibras, o que pode ajudar a reduzir o apetite e aumentar a perda de peso.

Amaranto: um grão antigo com benefícios impressionantes para a saúde

O glúten é um tipo de proteína encontrada em grãos como trigo, cevada, espelta e centeio. Para aqueles com doença celíaca, comer glúten desencadeia uma resposta imune no corpo, causando danos e inflamação no trato digestivo. Aqueles com sensibilidade ao glúten também podem apresentar sintomas negativos, incluindo diarreia, inchaço e gases.

Embora muitos dos grãos mais consumidos contenham glúten, o amaranto é naturalmente isento de glúten e pode ser apreciado por aqueles em uma dieta sem glúten. Outros grãos naturalmente sem glúten incluem sorgo, quinoa, milho, aveia, trigo sarraceno e arroz integral. O amaranto é simples de preparar e pode ser usado em muitos pratos diferentes.

Amaranto: um grão antigo com benefícios impressionantes para a saúde

Antes de cozinhar o amaranto, você pode germinar embebendo-o em água e permitindo que os grãos germinem por um a três dias. A germinação facilita a digestão dos grãos e quebra os anti-nutrientes, o que pode prejudicar a absorção de minerais. O melhor de tudo é que esse grão é fácil de preparar e pode ser adicionado a uma variedade de pratos, tornando-o um excelente complemento para sua dieta.

  • Próximo >>