Adoçantes Artificiais: Bom ou Ruim?

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Alguns cientistas acham que você precisaria comer mais alimentos adoçados artificialmente, em comparação com a versão adoçada com açúcar, para se sentir satisfeito. Foi até sugerido que os adoçantes podem causar desejos por alimentos açucarados. Dito isto, muitos estudos recentes não apoiam a ideia de que adoçantes artificiais aumentam a fome ou a ingestão de calorias. De fato, vários estudos descobriram que pessoas relataram menos fome e consumirem menos calorias quando substituem alimentos açucarados e bebidas por alternativas adoçadas artificialmente.

Em relação ao controle de peso, alguns estudos observacionais relatam uma ligação entre o consumo de bebidas adoçadas artificialmente e a obesidade. No entanto, estudos controlados randomizados – o padrão ouro em pesquisas científicas – relatam que os adoçantes artificiais podem reduzir o peso corporal, a massa gorda e a circunferência da cintura. Esses estudos também mostram que a substituição de refrigerantes regulares por versões sem açúcar pode diminuir o índice de massa corporal (IMC) em até 1,3-1,7 pontos.

Adoçantes Artificiais: Bom ou Ruim?

As bebidas adoçadas artificialmente podem ser uma alternativa fácil para quem consome regularmente refrigerantes e deseja diminuir o consumo de açúcar. No entanto, optar por refrigerante diet não levará a nenhuma perda de peso se você compensar comendo porções maiores ou doces extras. Se o refrigerante diet aumenta seus desejos por doces, aderir à água pode ser melhor. As pessoas com diabetes podem se beneficiar da escolha de adoçantes artificiais, pois oferecem um sabor doce sem o aumento dos níveis de açúcar no sangue.

Adoçantes artificiais são geralmente considerados seguros para consumo humano. Eles são cuidadosamente testados e regulamentados pelas autoridades para garantir que sejam seguros para comer e beber. Dito isto, algumas pessoas devem evitar consumi-las. Por exemplo, indivíduos com o distúrbio metabólico raro fenilcetonúria (PKU) não podem metabolizar o aminoácido fenilalanina, encontrado no aspartame. Assim, aqueles com PKU devem evitar o aspartame.

Adoçantes Artificiais: Bom ou Ruim?

Além disso, algumas pessoas são alérgicas às sulfonamidas – a classe de compostos aos quais a sacarina pertence. Para eles, a sacarina pode levar a dificuldades respiratórias, erupções cutâneas ou diarreia. Evidências crescentes indicam que certos adoçantes artificiais, como a sucralose, reduzem a sensibilidade à insulina e afetam as bactérias intestinais. No geral, o uso de adoçantes artificiais apresenta poucos riscos e pode até trazer benefícios para perda de peso, controle de açúcar no sangue e saúde bucal. Esses adoçantes são especialmente benéficos se você os usar para diminuir a quantidade de açúcar adicionada em sua dieta.