A triste realidade dos moradores de rua

E é de fato notável, o número de moradores de rua nas cidades brasileiras.Em São Paulo, por exemplo,lamentavelmente encontramos de tudo: De mulheres e crianças, passando por adultos e dependentes, e o mais grave: muitos dos quais sem a minima condição de higiene ou de saúde. O problema em si que já é grave, ainda ganha vários contornos. Ainda mais, levando-se em conta, as condições para tal.Abaixo, você confere alguns dos principais motivos, confira:

1- O alcoolismo: E não querendo generalizar, mas muitos moradores acabam sofrendo desse mal.Em outras palavras, desde muito tempo,o vício no álcool,em especial na chamada cachaça, facilmente encontrada em bares e botecos.

2- O vício nas drogas: E polêmicas á parte, muita gente ainda sofre com as drogas. O que geralmente, começa com um cigarro, ou cigarro de maconha,logo se expande para o crack ou para a cocaína. Em alguns casos, até mesmo para o êxtase.

3- As discussões em família: Infelizmente entre os jovens, é bastante comum esse tipo de quadro. Ainda mais, levando-se em conta o desemprego ou a falta de estudo. As brigas, por sua vez, ainda incorrem nos mais diferentes cenários. Passando de agressões físicas, até mesmo agressões verbais. Em comum, é claro,a venda de vários produtos como computadores, celulares ou tablets. Não alheios a isso,a mãe, os pais e os avós.

2- Como reverter esse quadro?

E esta talvez, uma das perguntas mais difíceis de responder.De um lado, aqueles que preferem continuar nas ruas, ou ainda que não veem com bons olhos a ideia de ficar longe de seus animais: gatos, cachorros, periquitos…Já outros, que até gostariam de mudar de vida,mas que enfrentam resistência tanto da família como do Estado.

Por fim, talvez, a dúvida mais importante: Se pudesse ajudar, o que você faria em relação a eles? Já os ajudou alguma vez? Não deixe de participar!

Receba mais em seu e-mail
Carregar mais
Topo