A Senhora de Cao teve sua face reconstruída pela ciência Forense

ANÚNCIO
ANÚNCIO

Mais de 1700 anos atrás, a senhora de Cao, de 20 e poucos anos, governava um vale deserto no antigo Peru. Seu corpo estava enfeitado com cobras, aranhas e tatuagens de símbolos religiosos.

Huaca El Brujo (local sagrado da bruxa) é onde a ex-sacerdotisa foi descoberta mumificada em 2005. Ela foi enterrada com suas armas e artigos de ouro. O antigo sítio arqueológico permitiu que as pessoas entendessem a sociedade Moche.

The Lady of Cao

Os Moche conquistaram o vale de Chicama de cerca de 100 a 700 dC. Não só isso, mas era patriarcal. Huaca del Sol e Huaca de la Luna são as duas pirâmides usadas para atividades sociais e religiosas. Obviamente, os corpos também foram deixados para descansar nessas pirâmides sagradas.

Dizem que as tatuagens de Lady of Cao representam uma qualidade de elite, uma vez que as tatuagens estão ligadas ao simbolismo espiritual encontrado em toda a sociedade Moche.

O que torna essa descoberta tão única é que, o que antes era considerado uma sociedade governada por homens, agora foi desmascarada. Eles encontraram um total de oito rainhas, enquanto os reis-sacerdotes também foram encontrados. Parece que a sociedade tinha uma estrutura estável quando se tratava de sexo.

El Señor de Sipán

Uma das tumbas mais famosas que já foram localizadas na costa norte do Peru foi El Señor de Sipán (o Senhor de Sipan). A descoberta em 1987 levou muitos a acreditar que a sociedade era movida por homens.

Sedenta de sangue, a sociedade Moche celebrava a natureza não apenas bebendo sangue, mas praticando atos sexuais e abraçando a morte. As paredes do templo revelam essas crenças.

A sociedade Moche floresceu muito antes do império inca governar os Andes. Eles construíram canais para plantar, criaram intrincados ourives e cerâmica.

Lady of Cao

O rosto de Lady of Cao foi recentemente revelado pelos oficiais de cultura e arqueólogos do Peru. Graças à tecnologia de imagem 3D e à arqueologia forense, eles conseguiram criar um modelo em tamanho real em dez meses.

A réplica impressionante é baseada em sua estrutura craniana, além de pesquisas etnográficas.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ripleys