A primeira super lua do ano será visível neste fim de semana

ANÚNCIO

ANÚNCIO

Esqueça tudo sobre as estrelas alinhadas no tapete vermelho do Oscar neste fim de semana, porque o domingo é tudo sobre outro evento celestial: a primeira super lua de 2020.

A primeira super lua do ano será visível neste fim de semana

Como a super lua se eleva acima dos céus do Reino Unido no domingo, oferecerá a maior e mais brilhante visão da lua em quase um ano.

A primeira de quatro super luas que ocorrerá este ano, será a primeira desde 20 de março de 2019.

Segundo a NASA, uma super lua ocorre quando a órbita da lua está “mais próxima (perigeu) da Terra ao mesmo tempo em que está cheia“.

O termo ‘perigeu’ se refere ao ponto em que a lua em que está mais próximo da Terra.

O site da NASA explica: “O termo ‘super lua’ foi criado em 1979 e é usado hoje em dia para descrever o que os astrônomos chamariam de lua cheia perigena (pear-ih-jee-un): lua cheia ocorrendo perto ou no momento em que a lua está em seu ponto mais próximo em sua órbita ao redor da terra.

O termo dá preferência ao alinhamento geométrico do Sol-Terra-Lua e permite a ocorrência de perigeu em um período de tempo maior que o instante real do perigeu (até cerca de duas semanas, o que é quase metade da órbita da Lua)”.

Pessoas de todo o mundo devem poder ver a superlua em 9 de fevereiro.

A primeira super lua do ano será visível neste fim de semana

De acordo com o Independent, no Reino Unido, o horário exato em que o efeito parecerá mais forte será às 7h45 – dependendo do clima, é claro.

A lua aparecerá cheia de sábado a segunda-feira, mas Gordon Johnston, da NASA, diz que também haverá mais vistas celestes em exibição neste fim de semana.

“Na manhã da lua cheia, em 9 de fevereiro, quando o crepúsculo da manhã começa, o planeta Júpiter será o planeta mais brilhante do céu, aparecendo no sudeste a cerca de oito graus acima do horizonte”, disse ele.

A primeira super lua do ano será visível neste fim de semana
O planeta Saturno aparecerá próximo em brilho, à esquerda inferior de Júpiter, a cerca de dois graus acima do horizonte.

Deitado aproximadamente em uma linha com Saturno e Júpiter, o planeta Marte aparecerá no canto superior direito de Júpiter, a cerca de 19 graus acima do horizonte.”

Vamos torcer para que o céu esteja claro e sem nuvens, para que possamos apreciar este fenômeno incrível.

Traduzido e adaptado por equipe Minilua
Fonte: Ladbible