7 invenções incríveis que mataram seus inventores tragicamente

Criar algo novo é algo possível para todo mundo, entretanto, inventar algo que será útil para todos já é para poucos, mas convenhamos, ser tragicamente morto pela sua impressão já é algo muito mais inesperado.

É por isso que, no post de hoje, você vai conferir 7 invenções que foram capazes de matar seus inventores. Confira:




Reichelt e o paraquedas

Franz Reichelt, um alfaiate austríaco, foi o responsável por inventar o paraquedas e, em 1912, resolveu inaugurar sua invenção pulando da Torre Eiffel, ignorando o conselho de seus amigos para não pular. Infelizmente, o paraquedas não funcionou e ele estatelou-se no chão; o projeto então foi aprimorado e até hoje é utilizado mundo afora.




Bullock e a prensa rotativa

William Bullock foi o americano responsável por criar a prensa rotativa, que facilitou e fez render muitas vezes mais o trabalho de impressão em larga escala.

Um dia, em Abril de 1867, enquanto fazia a manutenção de uma de suas máquinas, ele ficou prese, teve a perna esmagada e foi hospitalizado, infelizmente, contraiu gangrena e acabou falecendo.




Fleuss e o respirador de oxigênio puro

Henry Fleuss é o inventor do tanque de oxigênio que utilizamos até hoje, o problema é que ele usou oxigênio puro ao mergulhar e testar seu equipamento a 30 metros de profundidade, o que destruiu seus pulmões, já que o oxigênio puro é fatal se inalado em alta pressão.




Freminet e o dispositivo de reinalação

Com este aparato, Sieur Freminet tentou criar um dispositivo que permitisse reinalar o ar que expirava, provavelmente para trabalhos submersos, mas ele não sabia que utilizamos o oxigênio do ar que respiramos, o que fez com que o ar circulante dentro do dispositivo ficava cada vez mais escasso em oxigênio, o que fez com que Freminet morresse praticamente asfixiado.




Dacre e o táxi voador

Michael Dacre era pioneiro da aviação britânica e diretor da empresa Avcen Ltda.

Ele criou uma espécie de táxi voador, em 2009, entretanto, ao testá-lo, a aeronave mergulhou ao chão após percorrer 150 milhas.




Hunley e o submarino de combate

Horace Lawson Hunley era engenheiro naval e, em 1863, decidiu testar seu novo submarino, porém, ele era movido à mão! Infelizmente, ao testá-lo, acabou ficando preso no porto de Charleston e acabou falecendo.




Midgley e o sistema de cordas e roldanas de sua cama

Thomas Midgley Jr. era um famoso engenheiro mecânico e químico, aos 51, contraiu poliomelite e ficou com sua mobilidade muito comprometida, foi então que ele criou um sistema de cordas e roldanas que pudessem ajudá-lo a se levantar, porém, em 1944, ele acabou se acidentando com o sistema e acabou estrangulado com as cordas.

Receba mais em seu e-mail
Topo