7 enigmas do cérebro humano

Nossos neurônios só podem ser vistos sob o microscópio. São mais de 100 bilhões, mas são incapazes de se reproduzir. Com esse colossal órgão a espécie humana conseguiu ser o que é, mas o mistério continua e estes são sete enigmas que ainda não foram resolvidos.

1. Os segredos íntimos da memória

Quando aprendemos algo novo, ocorrem modificações no cérebro. No entanto, ainda não se sabe como são exatamente essas mudanças que ocorrem, nem quais são as consequências que têm especificamente.

Um dos grandes enigmas do cérebro humano é a forma como se ativam os diferentes tipos de memória. Existe a memória de longo e curto prazo. Também existe a memória declarativa, que se encarrega dos dados exatos. E a memória não declarativa, que está relacionada com ações, como nadar, por exemplo.

Os cientistas suspeitam que existe um elemento em comum em todos os tipos de memória, mas ainda não o encontraram a nível molecular. Tampouco sabem como e por que as memórias se modificam ou se apagam.

2. As emoções, um dos grandes enigmas do cérebro humano

As emoções representam um dos grandes enigmas do cérebro. Em primeiro lugar, precisamos indicar que ainda não se chegou a um consenso sobre a forma de defini-las do ponto de vista neurológico. Sabe-se que são estados cerebrais e tais estados permitem atribuir um valor aos fatos. Também que a partir disso, gera-se um plano de ação. No entanto, esta apreciação não é compartilhada por todos os cientistas.

As emoções têm um referente físico. Implicam mudanças na tensão muscular, nas batidas do coração, na temperatura do corpo, etc. Também existem mudanças no cérebro em termos de neurotransmissores. No entanto, ignoramos o funcionamento detalhado deste conjunto de processos.

3. Ainda não conhecemos os segredos da inteligência

Do ponto de vista neurológico, tampouco existe uma definição de inteligência consensual. Para precisar o conceito de inteligência, são utilizadas ideias associadas a como se avalia. Mas não existe um esquema cerebral que possa ser empregado como definição desta capacidade.

Alguns estudos sugerem que a inteligência possui uma relação com a memória de trabalho. Tais pesquisas, em todo caso, não são conclusivas. O que se sabe é que os fenômenos intelectuais agem em diferentes áreas do cérebro e com vários mecanismos de pensamentos. No entanto, a inteligência segue sendo um dos grandes enigmas do cérebro humano.

Enigmas do cérebro humano

4. Por que dormimos e sonhamos?

Desde sempre se associou o ato de dormir e sonhar com o descanso. No entanto, nas últimas décadas descobriu-se que o cérebro permanece muito ativo durante o sono. Na verdade, existem momentos nos quais ele trabalha mais do que quando a pessoa está acordada.

Hoje em dia existem hipóteses que contam com maior aceitação, mas na verdade não sabemos para que dormimos e para que sonhamos. Ainda que seja possível ser uma função regenerativa, definitivamente não é única coisa que existe no sono. Acredita-se que ao dormir facilita-se a resolução de problemas e a fixação de conhecimentos na memória e que, por isso, esta é uma preparação para a ação.

5. Não temos consciência da consciência

A consciência é um conceito filosófico, psicológico e antropológico, entre outros, mas também é um tema neurológico. Até o momento sabe-se que o contato com as coisas materiais gera pequenas mudanças no cérebro.

No entanto, um dos grandes enigmas do cérebro humano é a forma como se produzem diferentes tipos de níveis de consciência. A chamada “consciência superior” ou a capacidade para reconhecer a realidade universal em termos objetivos parece ser o resultado de uma retroalimentação massiva dos circuitos cerebrais. Não existem mais detalhes a respeito.

Enigmas do cérebro humano

6. A simulação do futuro, um mistério

Um dos poderes mais extraordinários de nosso cérebro é a capacidade para simular o futuro. Isso é, prever o que acontecerá ou imaginá-lo. É uma expressão maravilhosa de nossa inteligência e de nosso potencial.

Não se sabe como o cérebro consegue fazer essa simulação. Supõe se que está relacionada com a criação de modelos e seu contraste com a memória. No momento se desconhece quais são os mecanismos que tornam possível que se produza este tipo de simulação.

Mulher observando paisagem

7. Os fenômenos temporais

Parece que o cérebro tem algumas dificuldades para processar os fatos que ocorrem em forma simultânea. Isso ocorre quando dois ou mais fatos se produzem em diferentes velocidades.

Ao que parece, o cérebro tenta percebê-los como se fossem sincronizados; ou seja, como se ocorressem na mesma velocidade. Algo que, por exemplo, pode dar lugar à dislexia e a quedas nos idosos. Não se sabe a razão de ocorrer isso.

Mesmo que tenhamos avançado muitíssimo em neurologia, ainda existem muitos enigmas para resolver sobre o funcionamento do cérebro humano. Não é para menos, se levarmos em consideração que se trata de um órgão muito complexo e que é o próprio órgão que realiza a extraordinária tarefa de se autoconhecer.

Receba mais em seu e-mail
Topo
<-- /home/minilua/public_html/wp-content/cache/static/https/minilua.com/7-enigmas-do-cerebro-humano/index.html //-->