5 vezes em que o Apocalipse quase tomou conta do planeta

Diferentemente do que estamos acostumados, os diferentes apocalipses que falaremos sobre no post de hoje não possuem nenhuma relação com qualquer mitologia, pelo contrário, eles quase ocorreram historicamente.




A crise dos mísseis de Cuba - 1962

Em Outubro de 1962, os EUA fotografaram Cuba e descobriram cerca de 40 silos para abrigar mísseis nucleares, trazidos da Rússia, Cuba era socialista e os EUA, capitalista.

Isso fez com que os EUA assumissem a situação como uma declaração de Guerra, alegando que não hesitaria em usar armas nucleares para rechaçar a Cuba e a Rússia.

Depois de 13 dias de suspensa, a situação foi resolvida através de um acordo entre Rússia e os EUA.




“Ataque lunar” - 1960

Pode parecer estranho, mas a lua quase começou um ataque nuclear e a Terceira Guerra Mundial, isso porque o NORAD - Comando de Defesa Aeroespacial Norte-Americano - detectou sinais de que um ataque nuclear estava a caminho. O problema é que os líderes da URSS estavam nos EUA, e por isso, e somente por isso, os relatórios foram checados novamente para descobrir que o que causou o alvoroço foi a nossa própria lua.




“Ataque solar”- 1983

Agora foi a vez dos radares soviéticos falharem, eles alegaram que haviam cinco mísseis intercontinentais em direção à URSS, mas o oficial Stanislav Petrov foi contra as ordens que tinha e não disparou nenhum míssil, alegando que tratava-se de um alarme falso pois se realmente houvesse um ataque, seriam disparados mais do que cinco mísseis. Petrov estava certo, e foi verificado que o alarme disparou devido a um raro alinhamento do sol com as nuvens, causando uma interferência.




Tempestade solar - 2012

Em Julho de 2012, o sol liberou uma extensa rajada de plasma que cruzou a órbita da Terra, por sorte, o planeta já havia pelo ponto em que a tempestade solar passou há nove dias.

Se a Terra tivesse sido atingida, haveria um dano maciço nos equipamentos eletrônicos e levaria cerca de uma década para tudo voltar ao normal, agora, imagine o que ocorreria nas ruas, em um mundo onde dependemos tanto da tecnologia…




O evento Tunguska - 1908

Um “pequeno” asteroide entrou na atmosfera em 1908 e se desintegrou próximo à superfície terrestre o que causou um deslocamento de ar que “assentou” 2000 quilômetros quadrados de uma floresta, para você ter uma ideia melhor, o impacto foi 1000 vezes maior que a bomba atômica que assolou Hiroshima.

Houve uma testemunha que viu o evento e o descreveu da seguinte maneira: “O céu se dividiu em dois e se encheu de fogo.

Receba mais em seu e-mail
Topo