Minilua

As 10 mães mais dedicadas da natureza

10 – Fêmea do Elefante

A fêmea do elefante tem 22 meses de gestação, imagina quase 2 anos esperando o filhote que nasce com quase 90 quilos. Nas famílias dos elefantes quem manda são as mães, os machos depois de um tempo são todos expulsos do bando, ficando apenas elas no grupo. Imagina como os filhotes são mimados.

 

 

9 – Fêmea do Coala

A fêmea do Coala também é uma excelente mãe e dorminhoca, passa até 22 horas por dia dormindo, ela tem um bom sistema digestivo, protege seu filho passando proteção contra os vírus de plantas através de suas fezes.

 

 

8 – Fêmea do Alligator

Elas cuidam de suas crias os colocando dentro da boca, mas antes de eles nascerem, a fêmea do alligator cuida do seu ninho por quase 2 meses. Na hora de nascer os alligators utilizam sons para saber se o filho já está pronto para vir ao mundo.

 

 

7 – Fêmea do Ursa Polar

As ursas são animais solitárias, pois os ursos depois de acasalarem vão embora. Na sua gestação elas têm que dobrar seu peso e ganhar 180 quilos de gordura para dar segurança aos seus filhos. Quando vem o inverno no ártico elas criam pequenas cavernas para hibernarem, o mais curioso é que elas têm seus filhos enquanto dormem, os filhotes nascem cegos e sem dentes. Depois disso as super- mães cuidam de seus pequenos por mais 2 anos.

 

 

6 – Fêmea do Guepardo

A fêmea do guepardo pode ter até 6 filhos em cada gestação, elas tem que caçar o dia todo para alimentar seus filhotes, também precisa comer para produzir leite. Por 2 anos a fêmea precisa aguentar os jovens desajeitados que passam o dia deitados ou atrapalhando suas caçadas.

 

 

5 – Fêmea do Orangotango

A mãe orangotango é muito radical, pois ela vive sua vida em árvores e todos os dias ela constroi uma nova casa para ela e seu filhote, a sua vida é uma constante busca por comida e novas casas todos os dias.

 

 

4 – Fêmea do Calau

A fêmea do Calau durante o período de chocar o ovo, fica presa em seu ninho por meses. Ela fica dentro de um tronco de árvore oco para se proteger dos lagartos, posteriormente fecha o buraco de entrada com suas fezes, que endurecem como cimento, ficando somente uma pequena janela.

 

 

3 – Fêmea do Elefante Marinho

Olhando de longe a mãe elefante marinho parece ter uma vida fácil, pois ela fica deitada na beira do mar enquanto os machos brigam por ela. Durante o período de gestação de 11 meses ela come 1 quilo de gordura por dia, um mês apos sua cria nascer ela perde 270 quilos, cerca de 10 quilos por dia para produzir leite.

 

 

2 – Fêmea do Polvo

Na segunda posição a mãe polvo é uma das mais radicais, ela tem que se proteger do bacalhau, com isso ela se esconde em tocas para proteger seus ovos. Durante os quarenta dias de ovulação ela tem que ficar jorrando água e esfregando seus 50 mil ovos com os tentáculos quase sem parar. Com isso, passados os quarenta dias, os filhos saem e ela está muito cansada, mas ainda tem seus inimigos, com isso o bacalhau acaba a matando por ela estar sem força nenhuma para se defender.

 

 

1 – Fêmea do Piolho do Mar

A fêmea do piolho do mar, quando o macho a atrai para dentro da toca é o começo do fim para ela, no período de gestação as dezenas de seus filhos a comem por dentro para sobreviver, assim quando a casca dela se rompe acaba morrendo. Essa mãe acaba fazendo o maior sacrifício para que os filhotes tenham vida. Por isso merece o primeiro lugar.

 

 

Fonte: Acesso News