Carregando...      
Categorias »  Curiosidades · Humor · Animes, Games e Filmes · Música · Assustador · Nostalgia · Religião · Adulto +18
Sobre o Minilua Minilua por e-mail Contato
Aguarde alguns segundos...
Música

Por trás da música: Sozinho #14 

127

* Esta matéria faz parte de uma série com 25 matérias na mesma temática. Clique aqui para ver todas.

A canção “Sozinho”, escrita pelo compositor Peninha, nasceu com alma feminina, com o título de “Sozinha” e gravada pela primeira vez em 1995 pela cantora Sandra de Sá.

?

Caetano Veloso regravou a canção em 1998, adaptando o título para o gênero masculino. A versão explodiu nas rádios brasileiras, com o álbum “Prenda Minha” atingindo a marca de um milhão de cópias vendidas.

Peninha escreveu a canção inspirado na filha, Clariana Alves, que tinha 14 anos e sofria por um namorado que a deixava muito só. Um dia, sem querer, ele escutou uma conversa da filha com o namorado ao telefone e, com o violão, fez a música, baseado na solidão que ela estava sentindo.

Clariana só soube que foi a musa inspiradora da canção anos depois, quando Peninha passou a contar a história da canção em entrevistas, por causa da gravação de Caetano. Antes disso, o pai sempre dizia que a música era a ‘cara’ dela, o que a deixava brava, por achar que ele estava tentando lhe dizer que seu relacionamento era ruim. Depois, ela percebeu que ele passou na letra uma preocupação com ela.

O “namoro ioiô”, entre idas e vindas, durou mais de cinco anos. Clariana conta que sempre que o casal brigava, o namorado colocava a música e lhe dizia: ‘Pense bem’. Em uma das vezes que terminaram, ele foi até a casa dela colocou o CD do Caetano no ‘repeat’. Ela ouviu a música a noite inteira e acabou voltando.

A música marcou tanto o casal, que, mesmo depois de separados, o ex-namorado ligava para Clariana toda vez que ouvia a música. “Nossos amigos chamam ele de ‘Sozinho’. Ele sempre fala que, se a gente não casar, eu vou estar velhinha e me lembrar dele toda vez que ouvir essa música. Pior é que vou. Nem que eu queira esquecer, vou conseguir.” – diz ela.

f15b2d3bc


 

 

Sozinho

Às vezes no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali, sonhando acordado
Juntando
O antes, o agora e o depois..

Porque você me deixa tão solto?
Porque você não cola em mim?
Tô me sentindo muito sozinho
Huuum!…

Não sou nem quero ser
O seu dono
É que um carinho as vezes
Cai bem
Eu tenho os meus
Desejos e planos
Secretos!
Só conto prá você
Mais ninguém…

Porque você me esquece
E some?
E se eu me interessar
Por alguém?
E se ela de repente me ganha?…

Quando a gente gosta
Claro que a gente cuida
Fala que me ama só
Que é da boca prá fora
Ou você me engana
Ou não está madura
Oh! Oh! Oh! Oh!
Onde está você agora…?

 

Adaptado do Passeando pelo Cotidiano

Não esqueça de avaliar SEMPRE. O que você achou desta matéria?
Não gostei Sim, gostei
Outras partes da série »

Publicado em 12 de janeiro de 2013 (2 anos atrás)

Próxima matéria » + MúsicaNota: 10

 
na frente da música com todo mundo
Altair Ibn-LaAhad · Responder · Curtir
Publicado em 12 de janeiro de 2013 (2 anos atrás) por Raquel Lisboa em "Música". Encontrou um erro? Clique aqui. Editar
Reaja! Comente!  




 



Iniciando...