Jogo do Texto System of aVencedores do VMA...Por trás daRed Hot ChiliThe ClashRock in Rio...Ridículas teorias da...Pearl JamRaul SeixasSkankQual é o...Versões estranhas de...RaimundosSeleção dos melhores...Vencedores do VMB...Vencedores do Prêmio...RihannaRegravações (covers) que...
Aguarde alguns segundos...

Por trás da música: Sozinho #14 

* Esta matéria faz parte de uma série com 26 matérias na mesma temática. Clique aqui para ver todas.

A canção “Sozinho”, escrita pelo compositor Peninha, nasceu com alma feminina, com o título de “Sozinha” e gravada pela primeira vez em 1995 pela cantora Sandra de Sá.

Caetano Veloso regravou a canção em 1998, adaptando o título para o gênero masculino. A versão explodiu nas rádios brasileiras, com o álbum “Prenda Minha” atingindo a marca de um milhão de cópias vendidas.

Peninha escreveu a canção inspirado na filha, Clariana Alves, que tinha 14 anos e sofria por um namorado que a deixava muito só. Um dia, sem querer, ele escutou uma conversa da filha com o namorado ao telefone e, com o violão, fez a música, baseado na solidão que ela estava sentindo.

Clariana só soube que foi a musa inspiradora da canção anos depois, quando Peninha passou a contar a história da canção em entrevistas, por causa da gravação de Caetano. Antes disso, o pai sempre dizia que a música era a ‘cara’ dela, o que a deixava brava, por achar que ele estava tentando lhe dizer que seu relacionamento era ruim. Depois, ela percebeu que ele passou na letra uma preocupação com ela.

O “namoro ioiô”, entre idas e vindas, durou mais de cinco anos. Clariana conta que sempre que o casal brigava, o namorado colocava a música e lhe dizia: ‘Pense bem’. Em uma das vezes que terminaram, ele foi até a casa dela colocou o CD do Caetano no ‘repeat’. Ela ouviu a música a noite inteira e acabou voltando.

A música marcou tanto o casal, que, mesmo depois de separados, o ex-namorado ligava para Clariana toda vez que ouvia a música. “Nossos amigos chamam ele de ‘Sozinho’. Ele sempre fala que, se a gente não casar, eu vou estar velhinha e me lembrar dele toda vez que ouvir essa música. Pior é que vou. Nem que eu queira esquecer, vou conseguir.” – diz ela.

f15b2d3bc


 

 

Sozinho

Às vezes no silêncio da noite
Eu fico imaginando nós dois
Eu fico ali, sonhando acordado
Juntando
O antes, o agora e o depois..

Porque você me deixa tão solto?
Porque você não cola em mim?
Tô me sentindo muito sozinho
Huuum!…

Não sou nem quero ser
O seu dono
É que um carinho as vezes
Cai bem
Eu tenho os meus
Desejos e planos
Secretos!
Só conto prá você
Mais ninguém…

Porque você me esquece
E some?
E se eu me interessar
Por alguém?
E se ela de repente me ganha?…

Quando a gente gosta
Claro que a gente cuida
Fala que me ama só
Que é da boca prá fora
Ou você me engana
Ou não está madura
Oh! Oh! Oh! Oh!
Onde está você agora…?

 

Adaptado do Passeando pelo Cotidiano

Você recomendaria esta matéria? Não Sim ou Deixar comentário
Outras partes da série:

Publicado em 12 de janeiro de 2013 por Raquel Lisboa em "Música". Encontrou um erro? Clique aqui. Editar
 
na frente da música com todo mundo
Altair Ibn-La'Ahad · Responder · Curtir
Reaja! Comente!  




 



Iniciando...