Uma questão de...VenenososVantagens e desvantagens...Vídeos impressionantes de...Você conhece o...Você tem medo...Você sabia que...Vida cotidianaVocê sofre de...Você sabe como...Você sabe o...Você sabe qual...Você já teve...Você repórterVocê acredita em...Você é lógico?...Você é um...Você conhece os...
Aguarde alguns segundos...

Pfizer pretende fazer Viagra especial para crianças

A fim de obter mais seis meses de vendas exclusiva de Viagra sem a concorrência dos genéricos, a Pfizer pretende distribuir um formulário de viagra para crianças, sob o pretexto de tratar uma doença pulmonar que afeta 600 crianças a cada ano.

De acordo com o nypost

"Viagra modifica o fluxo de sangue, pode reduzir a pressão sanguínea anomalmente alta nos pulmões de uma criança, ou hipertensão arterial pulmonar. Os sintomas incluem tontura, dor no peito e cansaço.

Um painel de conselheiros do FDA irá determinar nesta quinta-feira se dará luz verde para a versão para criança,

Se a droga da Pfizer atender as exigências do FDA para o tratamento das crainças, a Pfizer iria receber um extra de seis meses de exclusividade de venda de Viagra sem a concorrência dos genéricos. As vendas do viagra em 2009 chegaram a 1890 milhões de dólares. Sua patente, porém, expira em 2012".

A aplicação do Viagra é acreditado ser eficaz no tratamento de doenças do pulmão das crianças, alguns médicos  utilizam uma versão de baixa dose de Viagra (chamado Revatio) desde 2002.

A FDA pediu Pfizer para criar esta versão 'criança-amigável' de Viagra para ajudar as crianças afectadas com a doença pulmonar rara, em 2001, que a Pfizer não quis fazer até agora. A mudança repetina seria presumivelmente devido ao seu desejo de estender a patente, pois na sua redação atual, os concorrentes seriam capazes de vender uma versão genérica do Viagra em 2012, um movimento que poderia reduzir os lucros da Pfizer Viagra pela metade.

 

Adaptado de guyism

Você recomendaria esta matéria? Não Sim ou Deixar comentário

Publicado em 29 de julho de 2010 por Gerusa Luiz em "Curiosidades". Encontrou um erro? Clique aqui. Editar



Iniciando...