Carregando...      
Selecione uma categoria »  Curiosidades · Humor · Animes · Games · Filmes · Música · Assustador · Nostalgia · Religião · Adulto +18
Sobre o Minilua Parcerias Contato
Aguarde alguns segundos...

75 O mistério da brincadeira do copo

Próxima matéria » + CuriosidadesNota: 9,7

Quase todo mundo, pelo menos uma vez na vida, já participou ou sentiu vontade de fazer a famosa brincadeira do copo. Mas será que tal comunicação com o outro mundo realmente funciona?

 

A origem

IMG_20131002_095910

A brincadeira do copo, que nada mais é que uma versão abrasileirada da mesa de Ouija, surgiu por volta do ano de 1850, quando uma mania espiritual se espalhou pelos EUA. Foi por essa época também que as primeiras mesas de Ouija (como na imagem acima) surgiram.

Aqui no Brasil, a brincadeira ganhou uma adaptação. Uma mesa comum e um copo substituíram a Ouija original. Os números e letras, existente na mesa, foram trocados por pedaços de papel. Assim o espírito (se entendesse a letra de quem escreveu) poderia se comunicar normalmente.

 

O que a ciência fala

ouija

Muitas pessoas acreditam que os espíritos podem se comunicar com gente desse mundo através de um copo. Essa crença existe porque, aparentemente, o copo realmente se move sozinho.

Entretanto a ciência possui uma explicação lógica e plausível para o movimento do copo. A movimentação ocorre por causa do Efeito Ideomotor, que são movimentos corporais involuntários, causados pela sugestão de que algo deve ou pode acontecer. E para provar isso, alguns experimentos bem interessantes já foram feitos:

 

Michael Faraday

Espirito_do_Meu_Avo_se_Comunicou_Brincadeira_Copo

Lá por volta de 1850, um estranho fenômeno, chamado mesas girantes, estava acontecendo. Esse bizarro acontecimento envolvia mesas que, supostamente, se moviam e se mexiam sozinhas. Os crentes em espíritos disseram que tal coisa seria causada por almas perdidas nesse mundo.

Para tentar desmentir isso, Faraday criou um pequeno e simples teste. O primeiro passo foi pegar pessoas que já haviam participado de outras sessões de mesas girantes. Só que, diferentemente das outras vezes, a mesa estava coberta com folhas unidas por elásticos e colocadas em posições estratégicas. Assim, se o movimento fosse originário da própria mesa, as folhas iriam ficar umas em cima das outras com o sentido oposto ao da mesa. Por exemplo: Caso a mesa se movesse da direita para esquerda, as folhas se amontoariam da esquerda para direta.

Depois da sessão, quando foi ver o que tinha havido com as folhas, Faraday descobriu o que já esperava: As folhas estavam amontoadas no mesmo sentido do movimento da mesa, o que demonstrava, claramente, que a força necessária para a movimentação tinha vindo das mãos das pessoas e não da superfície da mesa.

 

Ray Hyman

02-300x300

Para provar a existência do efeito ideomotor, Hyman fez a seguinte experiência: Primeiramente ele explicou o funcionamento das varinhas de radiestesia (aquelas varinhas que supostamente “sentem” a presença de algumas substâncias, como ferro ou ouro) para um grupo de pessoas. Depois ele falou para elas que, ali no lugar onde estavam, existiam muitos canos de água. Em seguida, ele fez a demonstração para todos, ensinando como deveriam fazer. Quase todos que repetiram o teste depois de Hyman afirmaram sentir uma força ou movimentação da varinha no lugar em que ele havia dito que haveria tal coisa.

Para a segunda parte do teste, Hyman explicou as mesmas coisas a outra turma, só que dessa vez, disse que o lugar onde a varinha devia sentir a presença de algo era outro, do lado oposto da sala. E da mesma maneira que a turma anterior, as pessoas sentiram o movimento da varinha no lugar esperado, mostrando que a sugestão pode influenciar e criar movimento, além de sentimentos inconscientes.

Assim o efeito ideomotor pôde explicar, sem problema algum, o movimento do copo, porque todas as pessoas, que estão encostando nele, esperam que o mesmo se mova. Por esse motivo, mesmo sem querer, elas acabam empurrando o copo e gerando a movimentação. Afinal, se existe um espírito para movê-lo, porque precisam as pessoas colocar o dedo nele?

Siga Diego Martins no Google+: gplus/diegomartins

Ou adicione no Facebook: http://www.facebook.com/diegominilua

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

Não esqueça de avaliar SEMPRE. O que você achou desta matéria?
Não gostei Sim, gostei

Publicado em 3 de outubro de 2013 (10 meses atrás)

Próxima matéria » + CuriosidadesNota: 9,7

Publicado em 3 de outubro de 2013 (10 meses atrás) por Diego Martins em "Curiosidades". Encontrou um erro? Clique aqui. Editar
Reaja! Comente!  





Iniciando...