Hannibal

“É possível reconhecer um psicopata através de suas palavras”, é o que relata um estudo realizado no Canadá.

O estudo foi realizado com 52 assassinos, onde haviam 14 psicopatas e 38 assassinos sem histórico de problemas psiquiátricos.

Segundo responsáveis pela pesquisa as divergências verificadas entre os dois grupos foi muito clara.

psicopata

De acordo com pesquisadores os psicopatas relatavam suas ações como se tivessem ocorrido há muito tempo, descrevendo-as como se não tivessem como impedir o acontecimento. A riqueza de detalhes também foi uma questão muito observada pelos pesquisadores.

Jeffrey Hancock, psicólogo da Cornell University, os psicopatas não ficavam constrangidos e nem manifestavam qualquer reação em não falar sobre tudo, além de ficarem felizes com o que falavam.

Os psicopatas também não manifestaram qualquer tipo de preocupação com familiares seus, nem de suas vítimas.

A pesquisa deixou claro que os psicopatas no geral são racionais, porém de um jeito primitivo.

Adaptado de dihitt