Carregando...      
Categorias »  Curiosidades · Humor · Animes Games e Filmes · Música · Assustador · Nostalgia · Religião · Adulto +18
Sobre o Minilua Parcerias Contato
Aguarde alguns segundos...

248 A triste espera de Hachiko 

pid_4056Hidesaburo Ueno foi um professor de faculdade no Japão, mas não foi sua habilidade em ensinar que lhe deixou famoso, e sim seu cachorro, que foi protagonista de uma das mais emocionantes e comoventes histórias de todos os tempos.

Em 1923, nascia Hachiko, um cachorro da raça akita, que em pouco tempo foi adotado por Ueno, que era um grande amante de animais, assim os dois tornaram-se uma dupla inseparável, tanto que todos os dias o cachorro acompanhava seu dono até a estação de Shibuya e no final da tarde, o cão voltava para pegar seu dono e retornar a casa.

Durante mais de um ano eles fizeram isso juntos todos os dias, tanto que o cachorro começou a fazer amizade com algumas das pessoas que também pegavam o trem ali diariamente. Mas apenas um pouco mais de um ano e três meses depois, Hachiko acompanhou seu dono como sempre, mas quando voltou a tarde ele não apareceu.

hachiko

Infelizmente Hidesaburo Ueno havia morrido no trabalho, por causa de um derrame. A noite veio e o cachorro continuou lá esperando seu mestre, mas nada dele aparecer. Quando retornou para casa, o cachorro quebrou a porta e entrou na sala onde o seu dono era velado e ficou ao lado do corpo até o último minuto.

Depois do enterro, Hachiko foi levado por um parente do falecido, mas o cão fugiu diversas vezes, sempre indo a antiga casa de seu dono e no fim da tarde a estação, na esperança que Ueno voltasse.

Hachiko (1)Como isso acontecia muitas vezes, o cachorro foi dado para o antigo jardineiro de Ueno, que morava mais perto da antiga casa de Hachiko. Porém mesmo assim o cachorro fugia todos os dias, ia até a estação do trem e ficava lá, na chuva e no sol, esperando seu dono e só indo embora quando a fome era grande.

Como todos os dias ele fazia isso, as pessoas que iam à estação começaram a notar o cachorro e alguns mais curiosos descobriram a historia dele, em pouco tempo centenas de pessoas souberam de tudo e Hachiko começou ser cuidado e alimentado pelos usuários do trem.

Contam que ele ficava deitado bem na porta da estação, com as orelhas baixas e o olhar triste todos os dias e quando ouvia o barulho do trem se erguia esperançoso, olhando para todos que hachiko-stuffedpassavam, mas logo vinha à tristeza de novo e ele deitava, esperando o próximo trem e torcendo pela chegada de seu dono. Isso aconteceu todos os dias, durante onze anos em que o cachorro viveu sem seu dono.

Mas antes do seu final, o cachorro se tornou uma estrela com todos os jornais e canais de TV contando sua história. Assim ele se tornou um exemplo de lealdade no Japão inteiro, mostrando que o amor do animal com seu dono é incondicional.

Infelizmente em março de 34, o cachorro faleceu em uma rua lateral a estação, no lugar onde sempre dormia para no outro dia esperar seu dono que nunca voltou.

A triste história correu o país e ainda naquele ano, Tern Ando fez uma estátua em bronze do cachorro, que foi colocada na frente da bilheteira na estação onde ele ficou onze anos esperando por seu dono.

hachiko (2)

A estátua original infelizmente não existe mais, pois foi derretida durante Segunda Guerra, mas anos depois filho do escultor que fez a primeira, Takeshi Ando, recriou a obra do seu pai e novamente a homenagem a Hachiko foi colocada na estação. Até hoje ela está lá, sendo um dos pontos turísticos mais famosos da região e local de encontro de amigos que moram na cidade de Tóquio.

Anualmente na estação existe uma festa para relembrar a lealdade do cachorro, algo que os japoneses admiram demais. Além disso, a História de Hachiko foi contada em diversos lugares, mas ganhou bastante destaque no filme estrelado por Richard Gere, chamado Sempre ao Seu Lado.

hachiko-estreias-04g

Enfim, essa é a história de Hachiko, o mais leal dos cachorros, um símbolo do grande amor que existe entre humanos e seus animais!

Faça parte de nosso grupo: http://www.facebook.com/groups/188760724584263/

Não esqueça de avaliar SEMPRE. O que você achou desta matéria?
Não gostei Sim, gostei

Publicado em 18 de novembro de 2012 (2 anos atrás)

Próxima matéria » + CuriosidadesNota: 10

Publicado em 18 de novembro de 2012 (2 anos atrás) por Diego Martins em "Curiosidades". Encontrou um erro? Clique aqui. Editar
Reaja! Comente!  





Iniciando...