Você sabe qual...Vídeos impressionantes de...Você tem medo...Você conhece o...Você já teve...VenenososVocê é um...Vantagens e desvantagens...Uma questão de...Você sofre de...Você é lógico?...Você sabe o...Você acredita em...Você repórterVocê sabe como...Vida cotidianaVocê sabia que...Você conhece os...
Aguarde alguns segundos...

Os 11 dias que não existiram em 1752

Calcular o tempo com base no Sol e na Lua sempre foi um desafio para muitos estudiosos. Poucos
sabem, mas um estranho acontecimento ocorreu em 2 de setembro 1752, quando 11 dias foram apagados da história nas Ilhas Britânicas e em todas as colônias inglesas, incluindo os Estados Unidos.

melting clockA explicação simplificada para esse acontecimento bizarro é que na época a Inglaterra e suas colônias ainda usavam o Calendário Juliano (introduzido pelo romano Julius Caesar em 45 AC). Esse calendário possuia um erro de cálculo que fazia com que a cada 128 anos “sobrasse” um dia.

Na época já existia o Calendário Gregoriano, criado em 1582 pelo Papa Gregório XIII de acordo com as instruções do Concílio de Trento. Esse calendário “corrigido” já era utilizado em diversos lugares, no entanto os países protestantes relutaram em mudar. Em 1752 a Inglaterra finalmente adotou o Calendário Gregoriano, por conta disso houve essa mudança brusca de data, 2 de setembro (quarta-feira) foi seguido por 14 de setembro de 1752 (quinta-feira).

Retrato del Papa Gregorio XIII
Papa Gregório XIII

Você deve imaginar quanta confusão isso causou, em uma época onde a informação era mais escassa (nada de rádio, televisão ou internet), muitos acusaram o governo de estar “roubando 11 dias de suas vidas”, enquanto outros queriam receber o salário integral no fim do mês.

Você recomendaria esta matéria? Não Sim ou Deixar comentário

Publicado em 2 de outubro de 2011 por Edenilson Lisboa em "Curiosidades". Encontrou um erro? Clique aqui. Editar



Iniciando...